Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Violência contra a mulher: deputada estadual convida TJ a aderir ao “Pacto Por Elas”.

Uma proposta de mobilização conjunta dos poderes e instituições catarinenses no combate à violência contra a mulher foi apresentada pela deputada Ada de Luca ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Trata-se do “Pacto Por Elas”, uma iniciativa voltada ao compartilhamento de informações e à elaboração de uma agenda conjunta em favor da causa […]

Publicado em 02/07/2019 às 04:08


Foto: Divulgação.

Uma proposta de mobilização conjunta dos poderes e instituições catarinenses no combate à violência contra a mulher foi apresentada pela deputada Ada de Luca ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Trata-se do “Pacto Por Elas”, uma iniciativa voltada ao compartilhamento de informações e à elaboração de uma agenda conjunta em favor da causa no Estado.

Detalhes da proposta foram compartilhados na tarde de segunda-feira (1º/7) em reunião com o presidente do TJSC, desembargador Rodrigo Collaço, com a desembargadora responsável pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid) do TJSC, Salete Sommariva, e com a juíza auxiliar da presidência, Carolina Ranzolin Nerbass Fretta.

Segundo a deputada, a intenção do Pacto é evitar a sobreposição de ações desenvolvidas pelas diferentes entidades catarinenses e promover um diagnóstico unificado não apenas de números, mas das medidas que têm sido colocadas em prática. “Hoje, nós temos iniciativas trabalhadas em ilhas. Não dão a visibilidade para chamar a atenção da mulher, encorajá-la, levá-la a saber que existe um Pacto Por Elas em Santa Catarina. Com a integração de todos, só podemos obter resultados positivos. Com mais pessoas cientes do problema, talvez possamos começar a encontrar saídas”, afirma Ada de Luca.

Além do TJSC e da Assembleia Legislativa, a proposta do Pacto foi levada a instituições como a OAB/SC, o Ministério Público, o Tribunal de Contas e aos órgãos ligados ao Governo do Estado. A assinatura do pacto com as entidades envolvidas, a apresentação do cronograma de ações e o lançamento do selo oficial está marcada para o próximo dia 9 de julho, na Alesc.

Fotos: Divulgação/TJSC .

Responsável: Ângelo Medeiros.

Textos: Assessoria de Imprensa/NCI.