Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Últimos dias para famílias se cadastrarem no Fila Única CEIs. Pais ou responsáveis de crianças que esperam por vaga devem procurar unidade educacional para atualizar seus dados.

Termina nesta quinta-feira, dia 14, o prazo para famílias inscritas no sistema Fila Única CEIs realizarem o seu recadastramento. Para efetuar a atualização da intenção de vaga, os pais ou responsáveis devem procurar um centro de educação infantil para apresentar a documentação prevista no decreto 12.365/2019. Até agora, mais de 2078 famílias fizeram o recadastramento, […]

Publicado em 12/11/2019 às 07:30


Foto: Divulgação.

Termina nesta quinta-feira, dia 14, o prazo para famílias inscritas no sistema Fila Única CEIs realizarem o seu recadastramento. Para efetuar a atualização da intenção de vaga, os pais ou responsáveis devem procurar um centro de educação infantil para apresentar a documentação prevista no decreto 12.365/2019.

Até agora, mais de 2078 famílias fizeram o recadastramento, que é obrigatório para quem entrou no Fila Única nos anos 2018 e 2019. Crianças cadastradas em 2016 ou 2017 não precisam ser recadastradas. “É importante que seja feito, pois isso é o que garantirá o acesso à vaga na Educação Infantil”, ressalta a secretária de Educação de Blumenau, Patrícia Lueders.

Por conta desse recadastramento, neste período o sistema estará fechado para novas intenções de vaga. A medida é necessária em função das novas regras estabelecidas pelo mesmo decreto.

Para mais esclarecimentos, as famílias também poderão informar-se diretamente nos CEIs em que fizeram a intenção de vaga, ou por meio do telefone (47) 3381-7044.

Documentação para recadastramento:

– Certidão de nascimento e CPF da criança

– CPF e RG dos responsáveis legais e dos demais integrantes da família

– Comprovante de residencia dos responsáveis legais da criança, no município de Blumenau

– Comprovante do endereço do local de trabalho – somente para os responsáveis

– Documento expedido pelo Conselho Tutelar de Medida Protetiva de concessão de guarda temporária ou Termo de Guarda expedido pelo Juizado da Infância e Adolescência, se for o caso

– Declaração de trabalho estipulando o horário de trabalho dos responsáveis legais da criança

– Declaração de beneficiário do Bolsa Família expedida pelo Cras, se houver

– Carteira de Trabalho e comprovante de rendimentos ou declaração de trabalho, que comprove a renda de todos os integrantes da unidade familiar da criança.

Assessora de Comunicação: Aline Franzoi Santos Fleith. 
Foto: Divulgação.