Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Terceira fase da Campanha de Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira.

Foto: Maurício Vieira / Secom A terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começou nesta segunda-feira, 11, em todo o estado de Santa Catarina e segue até o dia 5 de junho. A última fase da campanha está dividida em duas etapas: de 11 a 17 de maio devem procurar as unidades de saúde […]

Publicado em 11/05/2020 às 02:57


Foto: Maurício Vieira / Secom

A terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começou nesta segunda-feira, 11, em todo o estado de Santa Catarina e segue até o dia 5 de junho. A última fase da campanha está dividida em duas etapas: de 11 a 17 de maio devem procurar as unidades de saúde crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade; pessoas com deficiência; gestantes e puérperas até 45 dias. A partir do dia 18, a vacina será liberada para adultos com idade entre 55 e 59 anos de idade e professores de escolas públicas e privadas. 

A meta é vacinar, ao menos, 90% da população de cada um dos grupos prioritários. Na primeira fase da campanha, a meta foi alcançada. No entanto, muitas pessoas dos grupos prioritários da segunda fase da campanha ainda não tomaram a vacina. No caso da população com comorbidades, das 490.452 estimadas, apenas 224.587 (45%) receberam a dose. 

>>>Secretaria da Saúde alerta para o aumento de casos de dengue no Estado

Outro exemplo são os caminhoneiros, dos 145.893, somente 21.312 (14%) tomaram a vacina. Essas pessoas ainda podem procurar os postos de saúde para a imunização. Em Santa Catarina, o público-alvo total é de 2.661.171 pessoas. 

GrupoPopulaçãoDoses aplicadas
Idosos com mais de 60 anos670.228797.382
Trabalhadores da saúde134.793127.209
Fase 2Forças de segurança e salvamento23.12014.180
Pessoas com comorbidades490.452224.587
População privada de liberdade16.40010.019
Funcionários do sistema prisional3.9812.651
Caminhoneiros145.89321.312
Motoristas e cobradores do transporte coletivo17.9613.870
Trabalhadores portuários4.2772.024
Povos indígenas11.4395.019
Fase 3 (etapa 1)Crianças de 6 meses a menores de 6 anos471.184
Pessoas com deficiência221.726
Gestantes71.524
Puérperas (até 45 dias após o parto)11.752
Fase 3 (etapa 2)Adultos de 55 a 59 anos303.203
Professores de escolas públicas e privadas76.775
TOTAL2.661.1711.208.253

Municípios têm autonomia para organizar vacinação*Fonte: SIPNI/DATASUS/MS. Dados atualizados às 10h do dia 11 de maio de 2020.

Para evitar aglomerações nos postos de vacinação durante a campanha, o Estado recomendou que os 295 municípios catarinenses adotassem medidas de higiene e prevenção como: descentralização da vacinação; disponibilização de álcool em gel para utilização dos profissionais da saúde e da população, além de máscaras para quem apresentar algum sintoma gripal; orientação para que a população evite contato próximo enquanto aguardam na fila; e ampliação do horário de atendimento para que não haja aglomeração de pessoas nos postos. Com base nisso, os municípios desenvolveram estratégias próprias como, por exemplo, vacinação em domicílio, praças, escolas, drive thru, entre outras.

Por esse motivo, a gerente de imunização da Secretaria de Saúde de Santa Catarina, Lia Quaresma Coimbra, recomenda que a população procure informações sobre a vacinação junto a secretaria de saúde do município de residência. “Nós demos autonomia para que cada município desenvolvesse sua própria estratégia de vacinação para reduzir aglomerações e oferecer maior segurança para a população. Sendo assim, é importante que as pessoas fiquem atentas às recomendações de cada município”, esclarece. 

Doses recebidas

Até o momento, Santa Catarina recebeu 2.206.200 doses da vacina contra a gripe, totalizando 82% de todo o quantitativo necessário para imunização da população dos grupos prioritários. As doses estão sendo enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) ao Estados aos poucos. Todo o quantitativo recebido por Santa Catarina já foi encaminhado aos 295 municípios catarinenses.  

Histórico de recebimento de doses

1ª remessa (16/03): 307.600
2ª remessa (23/03): 156.000
3ª remessa (26/03): 228.000
4ª remessa (02/04): 173.600
5ª remessa (08/04): 164.000
6ª remessa (14/04): 140.000
7ª remessa (16/04): 148.000
8ª e 9ª remessas (20/04): 304.000
10ª remessa (30/04): 152.800
11ª e 12ª remessas (04/05): 432.200

Informações adicionais para a imprensa:
Amanda Mariano
Bruna Matos
Patrícia Pozzo
NUCOM – Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde

Foto: Maurício Vieira / Secom