Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Sobre as paralisações de ônibus em Blumenau, veja o que a Blumob informa: * Salários e benefícios todos em dia dos cobradores e funcionários. * Obrigações Trabalhista em dia. * agora está na Justiça sobre o processo de dissídio.

Comunicado da empresa de ônibus BluMob de #Blumenau. A BluMob reitera que diversos encontros com o sindicato dos trabalhadores ocorreram desde novembro de 2017 na tentativa de negociação da nova convenção coletiva. Nem mesmo a mediação por parte do Tribunal Regional do Trabalho resultou em sucesso nas negociações, dadas as exigências que têm sido impostas. Assim, a afirmação de que não houve negociação é uma inverdade. Importante mencionar que tanto a empresa quanto o sindicato já se manifestaram no processo de dissídio, apresentando suas respectivas razões e, assim, compete à Justiça a definição de um novo instrumento coletivo que deverá ser cumprido. As obrigações trabalhistas, em especial os salários e benefícios, têm sido pagas e respeitadas rigorosamente e, para evitar perdas aos colaboradores, a empresa já adiantou a correção de todos pela inflação. Cabendo então à Justiça o julgamento, perdem total sentido as paralisações promovidas pelo sindicato, já que causam tantos transtornos aos usuários do transporte coletivo e à cidade de Blumenau. O transporte coletivo é essencial e exige que as decisões que o afetam sejam tomadas com responsabilidade.

Publicado em 08/02/2018 às 11:18


Sobre as paralisações de ônibus em Blumenau, veja o que a Blumob informa:
* Salários e benefícios todos em dia dos cobradores e funcionários.
* Obrigações Trabalhista em dia.
* agora está na Justiça sobre o processo de dissídio.
 
Comunicado da empresa de ônibus BluMob de #Blumenau.
 
A BluMob reitera que diversos encontros com o sindicato dos trabalhadores ocorreram desde novembro de 2017 na tentativa de negociação da nova convenção coletiva. Nem mesmo a mediação por parte do Tribunal Regional do Trabalho resultou em sucesso nas negociações, dadas as exigências que têm sido impostas. Assim, a afirmação de que não houve negociação é uma inverdade.
 
Importante mencionar que tanto a empresa quanto o sindicato já se manifestaram no processo de dissídio, apresentando suas respectivas razões e, assim, compete à Justiça a definição de um novo instrumento coletivo que deverá ser cumprido.
 
As obrigações trabalhistas, em especial os salários e benefícios, têm sido pagas e respeitadas rigorosamente e, para evitar perdas aos colaboradores, a empresa já adiantou a correção de todos pela inflação.
 
Cabendo então à Justiça o julgamento, perdem total sentido as paralisações promovidas pelo sindicato, já que causam tantos transtornos aos usuários do transporte coletivo e à cidade de Blumenau. O transporte coletivo é essencial e exige que as decisões que o afetam sejam tomadas com responsabilidade.

Foto #BlogdoJaime