Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

SMC COMUNICAÇÃO – Mausoléu lota na festa dos 45 anos do espaço.

Homenagens, entrega de livro e de obras de arte foi o ponto alto na solenidade que lembrou os 120 anos do falecimento do fundador da colônia. Amigos da cultura receberam certificados na noite de quarta-feira, dia 30 de outubro, no Mausoléu Dr. Blumenau, durante a lembrança dos 120 anos do falecimento do fundador da colônia. […]

Publicado em 01/11/2019 às 05:11


Homenagens, entrega de livro e de obras de arte foi o ponto alto na solenidade que lembrou os 120 anos do falecimento do fundador da colônia.

Amigos da cultura receberam certificados na noite de quarta-feira, dia 30 de outubro, no Mausoléu Dr. Blumenau, durante a lembrança dos 120 anos do falecimento do fundador da colônia. Acompanharam a solenidade o prefeito Mário Hildebrandt, o secretário de Cultura, Rodrigo Ramos, autoridades e público em geral. 

O local foi decorado com flores e um conjunto de obras de arte do artista e designer Luiz Staedele Bernardes. Uma grande escultura em ferro, aos pés do monumento do fundador e rosas em ferro, além de painéis mudaram o visual interno e externo do espaço histórico blumenauense.

No ano dos 200 anos de nascimento do fundador, a cidade lembra a passagem da instalação do espaço memorial onde estão depositados os restos mortais de Hermann Blumenau e de seus familiares. Na ocasião, o prefeito anunciou a compra de 500 livros por meio da Associação de Amigos do Arquivo Histórico – e disse que parte do lucro da Oktoberfest deste ano será investido na colocação de aparelhos de ar-condicionado e troca do sistema elétrico do Mausoléu.

O pastor Milton Jandrey, da Igreja Evangélica Luterana Centro, participou da cerimônia na parte religiosa. Idealizadores do espaço, inaugurado em 1974, receberam certificados de Amigo da Cultura. Ficamos emocionados e agradecidos. Ao lado de empresários e mecenas, foram investidos mais de R$ 60 mil em obras de arte, conta Rodrigo Ramos. Foi um dia de emoção, pois lembramos daqueles que ajudaram a construir há 45 anos esse espaço cultural. 

Entre as atrações, ocorreu o lançamento do livro do Cinquentenário de Blumenau. A publicação foi impressa em edição bilíngüe – alemão e italiano – e agora ganha a versão em português. A obra foi viabilizada com o apoio da Associação de Amigos do Arquivo Histórico de Blumenau, Instituto Histórico, Universidade Regional de Blumenau (Furb) e Secretaria Municipal de Cultura (SMC).

Arte

O artista Luiz Bernardes criou uma série de obras de arte para homenagear o Mausoléu. Ele produziu oito buquês compostos por 25 rosas de ferro somando um total de 200 – para adorno das lápides. Compõe a coleção um vaso de cristal na cor azul e um painel em estrutura de ferro tubular galvanizado revestido com chapas na cor grafite claro com detalhe da fotografia do Dr. Blumenau na cor sépia impresso em adesivo aplicado em chapa de vidro. A obra tem moldura revestida à folha de ouro, aparador barrote de madeira de lei maciça trabalhado manualmente e ainda um castiçal de ferro maciço na cor cinza.

O artista também elaborou um painel fotográfico em estrutura de ferro tubular galvanizado revestido com chapa na cor grafite claro com fotografia tratada em computação, impressão em alta resolução, aplicada em vidro, mais oito vasos de cimento armado de tamanho médio com palmeiras tipo Areca Bambu.

Nos jardins, em frente ao Mausoléu, foi colocada na base do monumento do Dr. Blumenau uma grande rosa em ferro galvanizado com dimensões aproximadas de 0,62 x 1,60. A varanda externa do prédio ganhou um canteiro com aproximadamente 30 mudas de heliconias. Um novo sistema de iluminação valoriza as obras de arte e o acervo deste espaço.

Fotos: Mariana Girardi, Sérgio Antonello e Karolina Bonim.