Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos
  • Esportes

Procon de Blumenau e Conselho de Educação Física fiscalizam academias da cidade.

Ação verifica se os estabelecimentos estão em acordo com o Código de Defesa do Consumidor. Em parceria com o Conselho Regional de Educação Física de Santa Catarina (Crefi), o Procon de Blumenau está fiscalizando, nesta terça-feira, dia 23, as academias do município com o objetivo de averiguar a prestação de serviço oferecida ao consumidor. A ação faz parte de um trabalho em conjunto com os procons do Vale do Itajaí para garantir que os estabelecimentos estejam de acordo como Código de Defesa do Consumidor. Segundo o coordenador do Procon de Blumenau, André Moura Cunha, a medida serve para verificar se as academias contam com profissionais habilitados e em tempo integral no local. Além disso, está sendo averiguado se os estabelecimentos possuem alvará sanitário e de funcionamento, incluindo se os estagiários possuem termo de compromisso de estágio vigente. “O objetivo é não prejudicar as academias, mas garantir que elas estão funcionamento conforme as diretrizes da legislação”, diz André. Foto Divulgação.

Publicado em 23/10/2018 às 06:19


Procon de Blumenau e Conselho de Educação Física fiscalizam academias da cidade.
Ação verifica se os estabelecimentos estão em acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

Foto

Foto Divulgação.

Em parceria com o Conselho Regional de Educação Física de Santa Catarina (Crefi), o Procon de Blumenau está fiscalizando, nesta terça-feira, dia 23, as academias do município com o objetivo de averiguar a prestação de serviço oferecida ao consumidor. A ação faz parte de um trabalho em conjunto com os procons do Vale do Itajaí para garantir que os estabelecimentos estejam de acordo como Código de Defesa do Consumidor.

Segundo o coordenador do Procon de Blumenau, André Moura Cunha, a medida serve para verificar se as academias contam com profissionais habilitados e em tempo integral no local. Além disso, está sendo averiguado se os estabelecimentos possuem alvará sanitário e de funcionamento, incluindo se os estagiários possuem termo de compromisso de estágio vigente. “O objetivo é não prejudicar as academias, mas garantir que elas estão funcionamento conforme as diretrizes da legislação”, diz André.

Assessor de Comunicação: Joni César