Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Prêmio Fritz Müller é entregue a empresas públicas e privadas que aliam sustentabilidade à atividade produtiva

Foto: Antonio Carlos Mafalda/Especial/IMA Iniciativas voltadas ao desenvolvimento sustentável em Santa Catarina foram reconhecidas na noite desta sexta-feira, 3, em Florianópolis. O 22º Prêmio Fritz Müller, concedido pelo Governo do Estado, por meio do Instituto do Meio Ambiente (IMA), foi entregue para 13 projetos de empresas públicas e privadas durante solenidade na sede da Fiesc […]

Publicado em 07/12/2021 às 07:00


Foto: Antonio Carlos Mafalda/Especial/IMA

Iniciativas voltadas ao desenvolvimento sustentável em Santa Catarina foram reconhecidas na noite desta sexta-feira, 3, em Florianópolis. O 22º Prêmio Fritz Müller, concedido pelo Governo do Estado, por meio do Instituto do Meio Ambiente (IMA), foi entregue para 13 projetos de empresas públicas e privadas durante solenidade na sede da Fiesc (veja a lista abaixo). 

As iniciativas envolvem novas ideias e tecnologias para conservação de recursos hídricos, sustentabilidade energética, preservação da vida silvestre, educação e gestão ambiental, reciclagem, recuperação de áreas degradadas, entre outros. Concorreram à edição de 2021, 77 projetos de 55 empresas de todo o estado.

O presidente do IMA, Daniel Vinicius Netto, reforçou a importância da retomada da premiação, adiada em 2020 por conta da pandemia de Covid-19. “Esse é um prêmio especial, pois reconhece os cases de sustentabilidade, logística reversa, melhores tecnologias de controle ambiental, gestão de resíduos e todas as boas soluções para reduzir os impactos negativos no meio ambiente com a atividade produtiva”, afirmou.   

Os vencedores estão detalhados no Anuário Ambiental Fritz Müller 2021, que foi lançado durante a solenidade. Na ocasião, também foi entregue o Prêmio Raulino Reitz para uma personalidade de destaque na defesa ao meio ambiente. O escolhido desta edição é o professor catarinense Arlindo Philippi Júnior, engenheiro civil formado pela UFSC e um dos principais nomes da área no país.

“Não só é possível unir desenvolvimento e preservação do meio ambiente, como é mais rentável para as empresas. Empreendimentos que optam por processos mais sustentáveis também ganham credibilidade e melhor posicionamento no mercado, além de garantirem  maior equilíbrio das suas atividades, e, consequentemente, salvaguardar os recursos naturais”, explicou Arlindo.

Personalidade homenageada

Arlindo Philippi Júnior nasceu em Bom Retiro e mudou-se para Florianópolis ainda na infância. Após se formar, deu sequência aos estudos na Universidade de São Paulo (USP). Voltou a morar em Florianópolis por ocasião das enchentes ocorridas em março de 1974 em Santa Catarina, quando trabalhou no Departamento Autônomo de Saúde Pública (DASP) da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina.

Hoje, divide-se entre Florianópolis e São Paulo, onde é professor titular da USP. Pós-doutor em Estudos Urbanos e Regionais (MIT- EUA), Arlindo publicou 50 livros e foi finalista do Prêmio Jabuti em 6 edições, sendo vencedor em três ocasiões. 

O nome do prêmio recebido por ele é uma homenagem ao cientista Raulino Reitz, fundador da extinta Fatma e referência na preservação da natureza catarinense. 
“Fico honrado em receber esse prêmio que leva o nome de Raulino Reitz, um dos maiores botânicos do Brasil. Curiosamente, ele foi meu professor na infância e tinha relação de amizade com meu pai e minha família. Também mantive contatos profissionais quando ele dirigiu a Fatma”, afirmou. 

Em 2022, será realizada uma edição especial do Prêmio Fritz Müller, quando comemora-se 200 anos do nascimento do cientista alemão que morou em Santa Catarina. A premiação conta com apoio da Fiesc e patrocínio da Engie, Klabin, Berneck e EDP Transmissão Aliança SC.  

Confira abaixo a lista dos vencedores do 22º Prêmio Fritz Müller:

Categoria: Agricultura Sustentável
Vencedor: Epagri
Projeto: Sistema de Produção Integrada de Tomate Tutorado (SISPIT)

Categoria: Conservação de Insumos de Produção (Água)
Vencedor: WestrockVencedor: Westrock
Projeto: O Poder do Manejo de Florestas Plantadas: Conservação de recursos hídricos e preservação de nascentes nas florestas WestRock

Categoria: Conservação de Insumos de Produção (Energia)
Vencedor: General Motors
Projeto: Iniciativas Sustentáveis de Energia – Fábrica GM Joinville

Categoria: Conservação de Recursos Naturais e da Vida Silvestre
Vencedor: Klabin
Projeto: Monitoramento da Vida Silvestre em Áreas de Alto Valor para a Conservação – AAVCs

Categoria: Educação Ambiental
Vencedor: Klabin
Projeto: 20 anos de Programa Klabin Caiubi de Educação Ambiental

Categoria: Gestão Ambiental
Vencedor: Florestal Gateados
Projeto: Um sistema de gestão a favor do meio ambiente

Categoria: Gestão Socioambiental
Vencedor: BMW do Brasil
Projeto: Um destino nobre para excedentes de produção

Categoria: Projetos de Pesquisa
Vencedor: Embrapa Suínos e Aves
Projeto: SGAS – Software de Gestão Ambiental da Suinocultura

Categoria: Reciclagem
Vencedor: BMW do Brasil
Projeto: Ciclo Fechado para o Selante de PVC

Categoria: Recuperação de Áreas Degradadas
Vencedor: Apremavi
Projeto: Projeto Restaura Alto Vale

Categoria: Resíduos Sólidos
Vencedor: Schulz Compressores
Projeto: Aterro Zero

Categoria: Tratamento de Efluentes
Vencedor: Itapoá Terminais Portuários
Projeto: Gestão de água não potável – inovação e tecnologia no tratamento de efluentes

Categoria: Turismo Ecológico e Sustentável
Vencedor: Prefeitura de Camboriú
Projeto: Roteiro de Ecoturismo Camboriú

Informações adicionais à imprensa:
Assessoria de Imprensa IMA
Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina