Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Prefeitura de Blumenau inicia vacinação contra Covid-19. A imunização, por meio de agendamento, vai acontecer em quatro etapas, conforme Ministério da Saúde.

A vice-prefeita de Blumenau, Maria Regina de Souza Soar, apresentou nesta terça-feira, dia 19, o Plano Municipal de Imunização contra a Covid-19. A Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) vai seguir os critérios de logística, recebimento e distribuição das doses conforme o Ministério da Saúde (MS) e Secretaria de Estado da Saúde (SES). A vacinação […]

Publicado em 19/01/2021 às 05:45


A vice-prefeita de Blumenau, Maria Regina de Souza Soar, apresentou nesta terça-feira, dia 19, o Plano Municipal de Imunização contra a Covid-19. A Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) vai seguir os critérios de logística, recebimento e distribuição das doses conforme o Ministério da Saúde (MS) e Secretaria de Estado da Saúde (SES). A vacinação vai ocorrer em quatro etapas e deve imunizar aproximadamente 70 mil pessoas dos grupos prioritários, algo em torno de 140 mil doses, levando em conta as duas aplicações exigidas. Porém, foram recebidas na cidade 3.400 doses neste primeiro momento.

No ato, foram imunizados dez profissionais de saúde que atuam no combate à Covid-19 em Blumenau. Destes, três do Hospital Santa Isabel, dois do Hospital Santa Catarina, dois do Hospital Santo Antônio, um no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e dois na Central de Atendimento a Casos Suspeitos de Coronavírus, na Vila Germânica.

Na primeira fase o município vai imunizar trabalhadores de saúde, pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas e deficientes físicos acima de 18 anos institucionalizados. As fases seguintes serão anunciadas conforme disponibilidade de vacinas e demanda dos grupos prioritários. Na segunda fase serão vacinados idosos de 60 a 80 anos ou mais, com prioridade para os mais velhos. Na terceira fase serão imunizadas pessoas com comorbidades. Na quarta fase vão receber a vacina pessoas com funcionários do sistema prisional, privados de liberdade, pessoas em situação de rua, forças de segurança e salvamento, forças armadas, trabalhadores da educação e pessoas com deficiência grave.

A vacinação será estruturada no Setor 1 do Parque Vila Germânica para o público-alvo. Neste primeiro momento as equipes volantes farão a vacinação em hospitais e em Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPIS). Os grupos prioritários poderão fazer agendamento da vacina por meio do site da prefeitura, pelo aplicativo Pronto Mobile e também pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2). Após receber a primeira dose da vacina, ao final do atendimento, automaticamente o sistema vai agendar o retorno para a segunda dose da vacina, dentro do prazo adequado de retorno. Porém o agendamento só será aberto após a chegada de novas remessas por parte do Ministério da Saúde.

A coordenadora do Plano Municipal de Imunização contra a Covid-19, a prefeita em exercício, Maria Regina de Souza Soar, salienta que caso o município vai seguir todos os critérios do Ministério da Saúde para organizar a imunização em Blumenau. “A Prefeitura e os profissionais da Secretaria de Promoção da Saúde estão preparados e comprometidos com esse momento, tão importante para Blumenau e para o mundo”, afirma.

Armazenamento e Logística
A Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) possui capacidade para armazenar cerca de 360 mil doses de vacinas, com possibilidade de ampliação. Caso haja necessidade de receber uma vacina que exija o armazenamento em temperaturas ultrabaixas, está prevista ainda a contratação de equipamentos adequados para essa finalidade.

Insumos para Vacinação
O Ministério da Saúde sinalizou que irá disponibilizar os insumos que serão utilizados para a campanha de vacinação. Porém, o setor de Imunização da Semus iniciou os preparativos para a vacinação no mês de agosto de 2020, adquirindo 50 mil seringas e 135.800 agulhas. Caso seja necessário, o município está preparado ainda para adquirir mais 230 mil agulhas e 202 mil seringas.

Cronograma de Vacinação:

1ª fase
Trabalhadores de saúde
Idosos com 60 anos ou mais institucionalizados
Pessoas com deficiência institucionalizadas

2ª fase
Idosos 80 anos e +
Idosos 75 a 79 anos
Idosos 70 a 74 anos
Idosos 65 a 69 anos
Idosos 60 a 64 anos

3ª fase
Pessoas com comorbidades: conforme definição do Ministério da Saúde, deverão apresentar no ato da vacinação a declaração e/ou prescrição médica (com validade de 1 ano) que comprove a patologia.

4ª fase
Funcionários do sistema prisional, privados de liberdade, pessoas em situação de rua, forças de segurança e salvamento, forças armadas, trabalhadores da educação e pessoas com deficiência grave.

  • Foto: Marcelo Martins