Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Prefeitura de Blumenau esclarece população sobre coronavírus.

Na manhã desta sexta-feira, dia 13, a Prefeitura de Blumenau por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) realizou uma coletiva de imprensa para falar do coronavírus, o COVID-19 e tranquilizar e passar informações à população sobre a doença. Na quarta-feira, 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou quadro de pandemia […]

Publicado em 13/03/2020 às 12:56


Foto: Divulgação.

Na manhã desta sexta-feira, dia 13, a Prefeitura de Blumenau por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) realizou uma coletiva de imprensa para falar do coronavírus, o COVID-19 e tranquilizar e passar informações à população sobre a doença. Na quarta-feira, 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou quadro de pandemia do coronavírus no mundo.

Esta semana, o Ministério da Saúde atualizou os números da doença no Brasil. São 77 casos confirmados em todo o país, que ainda monitora 1.422 casos suspeitos e tem outros 1.163 que já foram descartados. Santa Catarina confirmou nesta quinta-feira, dia 12, dois casos de coronavírus e monitora 73 casos suspeitos.

Em Blumenau, o primeiro caso foi notificado pelos serviços de saúde em Blumenau, no dia 02 de março, e ainda não há resultado do exame. Há um paciente que foi notificado na cidade de Penha e acompanhado no primeiro momento pela Regional de Saúde de lá, mas que é residente de Blumenau. Outros 2 casos foram notificados e a coleta de material foi feita nesta quarta-feira, dia 11,  pela equipe da Vigilância Epidemiológica. Todos os pacientes estão ou ficaram em isolamento domiciliar e o estado de saúde deles é estável.

Durante a coletiva tanto o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, quanto o Secretário Municipal de Saúde, Winnetou Krambeck e a médica infectologista Dra. Luisa Andrea Torres Salgado destacaram que o momento não é de pânico nem alarde e que toda as alterações no cenário, que muda diariamente, serão repassados à população por meio dos veículos de comunicação oficial.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS) e com o protoloco municipal, se confirmada a suspeita, o profissional de saúde dará início às medidas previstas no plano de contingência para atendimento de caso suspeito do novo coronavírus, como colocação de máscara cirúrgica no paciente para evitar a transmissão da doença, além de isolamento.

Se você tiver febre, tosse ou dificuldade de respirar, evite locais com muita gente, ligue 136 ou procure uma unidade de saúde. Os cuidados serão realizados pela equipe de saúde de acordo com a gravidade do caso.

A doença
O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias, similar a uma gripe. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31 de dezembro do ano passado, após casos registrados na China. Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

Recentemente, o Ministério da Saúde ampliou os critérios para definição de caso suspeito para o novo coronavírus. Agora, também estão enquadradas dentro desta definição as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e vierem dos países monitorados pelo Governo Federal.

Além disso, também podem ser considerados casos suspeitos os das pessoas que tenham histórico de contato próximo com alguém que esteja com suspeita da doença e também tenham tido contato próximo com caso confirmado do novo coronavírus. Ao apresentar essas características, o paciente deve procurar a unidade de saúde mais próxima de casa e relatar os sintomas.

Medidas de Prevenção

  • Lavar as mãos com água e sabão com frequencia;
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

Fonte: Prefeitura de Blumenau.
Foto: Divulgação.