Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Prefeitura de Blumenau assina acordo para compartilhamento do videomonitoramento com a Polícia Militar.

As partes dividem as despesas destinadas ao custeio do programa implantado pelo Governo do Estado. A Prefeitura de Blumenau, por meio do Seterb, assinou nesta semana um acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), para o compartilhamento do sistema de videomonitoramento instalado na cidade. Com o acordo, as partes dividem as despesas destinadas ao custeio do programa implantado pelo Governo do Estado. Foto #BlogdoJaime.

Publicado em 21/12/2018 às 09:52


Prefeitura de Blumenau assina acordo para compartilhamento do videomonitoramento com a Polícia Militar.

As partes dividem as despesas destinadas ao custeio do programa implantado pelo Governo do Estado.

Foto #BlogdoJaime.

A Prefeitura de Blumenau, por meio do Seterb, assinou nesta semana um acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), para o compartilhamento do sistema de videomonitoramento instalado na cidade. Com o acordo, as partes dividem as despesas destinadas ao custeio do programa implantado pelo Governo do Estado.

Dessa forma, o documento garante ao município a visualização e o playback das imagens geradas pelas câmeras do sistema, permitindo a recuperação das imagens gravadas, com o objetivo de auxiliar o gerenciamento do tráfego, fiscalização do trânsito e identificação de causas de acidentes. “Agora a expectativa é melhorar o auxílio à comunidade na questão de responsabilidades em acidentes e também que no mês de fevereiro possamos retomar a fiscalização por meio das câmeras. Neste mês dezembro e em janeiro serão feitos testes junto ao Detran/SC para ajustes no procedimento”, comenta o presidente do Seterb, Marcelo Schrubbe.

Ao todo, Blumenau conta com 90 câmeras distribuídas nas principais vias. O monitoramento das imagens é feito pela Polícia Militar, que verifica situações de segurança pública, e pela Guarda de Trânsito, que observa eventuais ocorrências e congestionamentos, facilitando a atuação dos agentes. O acordo assinado nessa semana tem vigência de 60 meses.