Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA A OPERAÇÃO “AGRICULTOR FANTASMA” QUE DESARTICULOU ESQUEMA DE IRREGULARIDADE NA APLICAÇÃO DA VERBA DA MERENDA ESCOLAR EM BLUMENAU

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 4ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção- Blumenau, cumpriu mandados de busca e apreensão na Cidade de Blumenau. O Delegado Lucas Almeida explica que foi verificado o uso irregular de verba federal, incorporada no Município, destinada à merenda escolar, que, no período da pandemia foi usada […]

Publicado em 21/10/2020 às 01:15


A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 4ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção- Blumenau, cumpriu mandados de busca e apreensão na Cidade de Blumenau. O Delegado Lucas Almeida explica que foi verificado o uso irregular de verba federal, incorporada no Município, destinada à merenda escolar, que, no período da pandemia foi usada para a composição de cestas de verduras para às familias dos estudantes. No caso, foi constatado que a compra de produtos de horti-fruti de agricultores familiares foi em valores mais elevados do que os praticados no mercado, trazendo prejuízo ao erário público. Além disso, investigou-se a denuncia de que alguns dos agricultores familiares contemplados na chamada pública não estavam plantando os produtos para o que foram contratados pela Prefeitura, mas adquiriam no CEASA local e depois repassavam à Prefeitura. Foram cumpridos mandados em diversos endereços, incluindo na Intendência da Vila Itoupava e o Sindicato dos agricultores. Suspeita-se da participação de um agente publico da Prefeitura no esquema criminoso. Os envolvidos podem responder pelos crimes de fraude à licitação e falsidade ideológica. POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA A OPERAÇÃO “AGRICULTOR FANTASMA” QUE DESARTICULOU ESQUEMA DE USO INDEVIDO DA VERBA DA MERENDA ESCOLAR EM BLUMENAU.

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 4ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção- Blumenau, cumpriu mandados de busca e apreensão na Cidade de Blumenau. O Delegado Lucas Almeida explica que foi verificado o uso irregular da verba federal destinada à merenda escolar, que no período da pandemia foi usada para a composição de cestas para às familias dos estudantes. No caso, foi constatado que a compra de produtos de horti-fruti de agricultores familiares foi em valores mais elevados do que os praticados no mercado, trazendo prejuízo ao erário público. Além disso, investigou-se a denuncia de que parte dos agricultores familiares contemplados na chamada pública não plantavam os produtos para o que foram contratados pela Prefeitura, mas adquiriam no CEASA local e depois repassavam à Prefeitura.Surgiram denúncias também que parte dos produtos de horti-fruti estavam em uma qualidade ruim. Foram cumpridos mandados em diversos endereços, incluindo na Intendência da Vila Itoupava e o Sindicato dos agricultores. Suspeita-se da participação de um agente publico da Prefeitura no esquema criminoso. Um dos suspeitos foi preso por posse ilegal de arma de fogo, tendo sido apreendida uma espingarda calibre 20. Os envolvidos podem responder pelos crimes de fraude à licitação e falsidade ideológica. As investigações continuam.

Foto Polícia Civil de Blumenau.