Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Nova tarifa do transporte coletivo em Blumenau deverá ser de R$ 4,50
O valor é resultado da Revisão Tarifária Periódica (RTP) e segue apenas o reajuste da inflação.

A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb) anunciou nesta sexta-feira, dia 12, a nova tarifa do transporte coletivo em Blumenau. O parecer Administrativo da Agência Intermunicipal de Regulação do Médio Vale do Itajaí (Agir) entre à prefeitura sugeria o reajuste de 46,5% da tarifa, passando de R$ 4,28 […]

Publicado em 13/02/2021 às 10:00


A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb) anunciou nesta sexta-feira, dia 12, a nova tarifa do transporte coletivo em Blumenau. O parecer Administrativo da Agência Intermunicipal de Regulação do Médio Vale do Itajaí (Agir) entre à prefeitura sugeria o reajuste de 46,5% da tarifa, passando de R$ 4,28 para R$ 6,27. O Município está dentro do prazo para análise e resposta, porém, devido à situação econômica do Brasil, principalmente diante da pandemia da Covid-19, o entendimento é que este valor era impraticável e por isso decidiu que o preço da passagem deverá ser de R$ 4,50 para quem utiliza cartão. O valor segue apenas o reajuste da inflação.
  
O novo valor entra em vigor 10 dias após publicação no Diário Oficial do Município. A Revisão Tarifária Periódica (RTP) está prevista em contrato e abrange levantamento de eventuais desequilíbrios econômicos e financeiros ocorridos a cada três anos da execução do contrato.

A RTP

Esta é a primeira RTP e teve como fato excepcional eventos relacionados à pandemia, que resultaram numa queda significativa de passageiros no sistema, impactando no valor final da tarifa apontado pelo estudo. A pandemia causada pelo Coronavírus impactou negativamente o setor de transportes em todo o país. O serviço em Blumenau foi suspenso pela primeira vez em 17 de março, quando o Governo do Estado de Santa Catarina decretou a quarentena. 
  
A Prefeitura de Blumenau foi notificada do parecer e está dentro do prazo para fazer a análise e se manifestar. Mas devido o momento muito difícil na economia, com crescimento do desemprego e a redução da renda da população, tudo isso agravado pela pandemia da Covid-19. O entendimento foi de que o valor sugerido pela RTP é inviável neste momento e decidiu propor a manutenção da tarifa atual, com a reposição da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), passando de R$ 4,28 para R$ 4,50. A tarifa embarcada ainda será definida.
  
A reposição da inflação neste momento, junto com outras medidas em estudo para serem implantadas, é uma forma de evitar o risco de colapsar o sistema e evitar que a cidade fique sem transporte coletivo. Cenário que já foi presenciado em outras cidades de Santa Catarina, inclusive anos atrás aqui em Blumenau.
  
A Prefeitura de Blumenau e a Seterb seguem trabalhando com o objetivo de retomar à normalidade do sistema do transporte coletivo em nossa cidade, com mais horários e mais linhas, sabendo que isso também depende da total retomada da economia e da vacinação da população.