Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

No Dia Mundial da Voz, Hospital Santa Isabel faz alerta para importância do diagnóstico precoce do câncer de laringe

A pandemia fez com que várias pessoas deixassem de procurar atendimento médico em diversas especialidades. Não foi diferente nos casos de pessoas com problemas na voz, o que contribuiu para o agravamento de distúrbios pré-existentes, postergando o diagnóstico e retardando o tratamento. Por essa razão, a campanha do Dia Mundial da Voz desse ano, celebrado […]

Publicado em 14/04/2021 às 12:48


Foto Divulgação Hospital Santa Isabel de Blumenau

A pandemia fez com que várias pessoas deixassem de procurar atendimento médico em diversas especialidades. Não foi diferente nos casos de pessoas com problemas na voz, o que contribuiu para o agravamento de distúrbios pré-existentes, postergando o diagnóstico e retardando o tratamento. Por essa razão, a campanha do Dia Mundial da Voz desse ano, celebrado em 16 de abril, chama atenção para o câncer de laringe, que pode ter como primeiro sintoma a rouquidão. De acordo com o Dr. Thiago Sônego, do Serviço de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Santa Isabel (Blumenau), os atendimentos suspensos e o medo dos pacientes de irem ao médico têm reduzido muito o diagnóstico do câncer de laringe.

“Quando descoberto em estágio mais precoce, temos maior chance de cura com preservação da voz e da respiração. É importante estarmos atentos e percebermos o que a nossa voz tem a dizer sobre a nossa saúde. Se você apresentar dor na garganta que não melhora, rouquidão ou falhas na voz por mais de 15 dias, procure atendimento médico. Toda rouquidão persistente precisa de um diagnóstico médico”, reforça o especialista.

O médico explica que o tabagismo é a principal causa de câncer de laringe e a associação entre álcool e cigarro é ainda mais prejudicial e também está relacionada com aparecimento de outros tipos de câncer, como de boca e garganta.

“É fundamental cuidarmos também da nossa voz. Algumas dicas essenciais para mantermos a saúde vocal são: não fumar, não ingerir bebida alcoólica em excesso, beber líquidos como água, sucos ou chás várias vezes ao longo do dia, alimentação saudável e prática de exercício físico, evitar ambientes ruidosos, pois tendemos a falar alto ou gritar por períodos longos”, completa.

Foto: Divulgação