Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Júri condena homem que assassinou colega de trabalho após discussão por comida

Um homem de 19 anos acusado de esfaquear um colega de trabalho motivado por um desentendimento sobre comida foi condenado a 12 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, em sessão do Tribunal do Júri realizado na comarca de Ituporanga. A sessão, presidida pelo juiz Marcio Preis, ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores e respeitou todas […]

Publicado em 29/07/2021 às 02:28


Um homem de 19 anos acusado de esfaquear um colega de trabalho motivado por um desentendimento sobre comida foi condenado a 12 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, em sessão do Tribunal do Júri realizado na comarca de Ituporanga. A sessão, presidida pelo juiz Marcio Preis, ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores e respeitou todas as medidas de saúde relacionadas ao combate à Covid-19. Iniciado às 8h30min, o julgamento encerrou por volta das 17h.

O crime aconteceu em 31 de agosto de 2020, na localidade de Bela Vista. Colegas de trabalho, eles também dividiam moradia. O réu, segundo denúncia do Ministério Público, desferiu 11 golpes de faca nas regiões do pescoço, rosto, tórax e costas, com registro de lesões que causaram a morte da vítima. Segundo a denúncia, o homicídio foi praticado por meio cruel e motivo fútil – pois ocorreu após a vítima questionar sobre o colega não lhe ter deixado ovos fritos e sugerir para que cada morador da residência, ocupada por trabalhadores rurais, contribuísse com a aquisição do alimento.

 O réu foi condenado por homicídio duplamente qualificado. O homem estava preso preventivamente desde de setembro do ano passado no Presídio Regional de Rio do Sul. A decisão deste mês (16/7) transitou em julgada nesta segunda-feira (26/7) (Autos n. 5003898-84.2020.8.24.0035/SC​).