Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Hospital Santo Antônio implanta metodologia internacional que categoriza pacientes internados.

Com o objetivo de melhorar a qualidade assistencial, a metodologia permite aumentar a segurança do paciente durante sua internação. Cada vez mais preocupado com a segurança do paciente, o Hospital Santo Antônio começa a implantar a partir desde mês a metodologia DRG Brasil (Grupo de Diagnósticos Relacionados), através de uma plataforma de gestão hospitalar, utilizada […]

Publicado em 14/02/2020 às 08:30


Com o objetivo de melhorar a qualidade assistencial, a metodologia permite aumentar a segurança do paciente durante sua internação.

Cada vez mais preocupado com a segurança do paciente, o Hospital Santo Antônio começa a implantar a partir desde mês a metodologia DRG Brasil (Grupo de Diagnósticos Relacionados), através de uma plataforma de gestão hospitalar, utilizada para categorizar e medir a complexidade, a criticidade e o nível da segurança assistencial de cada paciente internado. Mensurando e comparando o desempenho da área assistencial e econômica, levando assim a redução de desperdícios e melhorando o cuidado ao paciente durante o tempo de internação.

 O Hospital Santo Antônio, está utilizando a metodologia DRG, com apoio e suporte da ISEE consultoria de Blumenau, para implementação do sistema e treinamento da área assistencial. No Brasil a metodologia está presente em mais de 200 hospitais, sendo o HSA, o primeiro hospital filantrópico de Santa Catarina, a aderir a este modelo de gestão.

Metodologia Internacional

Denominada DRG (Diagnosis Related Groups), é uma metodologia de classificação de pacientes internados agudos que combina um conjunto de variáveis (CID, comorbidades associadas, idade, procedimentos, complicações), que possuem consumo homogêneo de recursos hospitalares, possibilitando assim a realização de determinados tipos de análises, sendo eles de caráter econômico ou assistencial. Esta metodologia foi criada nos anos 70, em Yale (EUA), sendo utilizada em várias entidades e operadoras de serviços de saúde na América do Norte, Europa Ocidental, África (África do Sul), Ásia e Oceania.

No Brasil, está adequado desde 2011 para o sistema único de saúde – SUS, o DRG é uma plataforma de gestão hospitalar, centrada no paciente com foco em 4 alvos: uso eficiente do leito hospitalar, aumento da segurança assistencial, redução de internações evitáveis e redução de readmissões preveníveis. Hoje está metodologia abrange mais de 13 milhões de pessoas em todo o país.

Fotos: Hospital Santo Antônio.