Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Hoje, terça-feira dia 23 de janeiro, o Sindicato Sindetranscol informou que voltam as paralisações dos motoristas e cobradores de ônibus em #Blumenau. O horário deve ser às 10h em algum terminal urbano, mas o sindicato não avisou. Deve ser paralisação de 30 minutos.

Veja a nota do Sindicato: SINDETRANSCOL ANUNCIA A RETOMADA DAS MOBILIZAÇÕES E PROTESTOS A PARTIR DESTA TERÇA (23)

Publicado em 23/01/2018 às 08:50


Hoje, terça-feira dia 23 de janeiro, o Sindicato Sindetranscol informou que voltam as paralisações dos motoristas e cobradores de ônibus em #Blumenau.
O horário deve ser às 10h em algum terminal urbano, mas o sindicato não avisou. Deve ser paralisação de 30 minutos.

Veja a nota do Sindicato:
SINDETRANSCOL ANUNCIA A RETOMADA DAS MOBILIZAÇÕES E PROTESTOS A PARTIR DESTA TERÇA (23)

Na manhã do dia 23 de janeiro de 2016 o prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) anunciava o rompimento do contrato de concessão do transporte coletivo com o Consórcio Siga, formado pelas empresas Glória, Rodovel e Verde Vale.

Ainda está bem vivo na memória todo o transtorno sofrido pelos usuários e trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau, especialmente no ano 2015, quando ficou insustentável os atrasos de salários, vale-alimentação e demais obrigações trabalhistas que ocasionaram diversas paralisações e greves.

Dois anos se passaram e os mais de 1300 ex-trabalhadores(as) do SIGA seguem sem receber seus direitos trabalhistas, a passagem do ônibus subiu quatro vezes, a empresa “emergencial” tornou-se a concessionária “oficial” por 20 anos, veículos velhos circularam e ainda circulam pela cidade, terminais de pré-embarque estão abandonados, diversas reduções de horários e, para completar, os direitos dos trabalhadores do transporte coletivo voltam a estar ameaçados.

A pergunta que fica é: MELHOROU PRA QUEM?

É com este sentimento que a diretoria do Sindetranscol informa os usuários e a população blumenauense que está retomando as mobilizações para a negociação da nossa Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2017/2018.

Não podemos e não vamos assistir calados a repetição do passado.

Sindetranscol | Sindicato de Luta!
Foto arte #BlogdoJaime.