Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br

    Governo do Estado investirá em 10 equipamentos de assistência social com recursos próprios

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, investirá em 10 equipamentos de assistência social com recursos próprios. Estão previstos oito Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e dois Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS). O investimento total será de R$ 7.019.320,32 com recursos próprios do Governo […]

    Publicado em 10/02/2022 às 04:00


    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, investirá em 10 equipamentos de assistência social com recursos próprios. Estão previstos oito Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e dois Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS). O investimento total será de R$ 7.019.320,32 com recursos próprios do Governo do Estado.

    “Estes equipamentos atendem a pessoas que necessitam de assistência social e permitem ao Estado a cumprir sua função primordial: melhorar a qualidade de vida. Com essa preocupação, implantamos o Gente Catarina, que congrega ações como a construção moradias populares, o oferecimento do Bolsa Estudante para manter alunos na escola e a oferta de absorventes para adolescentes, entre inúmeras outras que irão resultar em crescimento do Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios catarinenses”, destaca o governador Carlos Moisés.

    Os municípios beneficiados com CRAS são: Águas Mornas, Ibicaré, Benedito Novo, Calmon, Ibiam, Monte Castelo, Nova Itaberaba e Timbé do Sul. O CRAS oferece serviço de proteção social básica e atendimento integral à família, que consiste em um trabalho continuado para fortalecer as famílias, prevenir a ruptura de vínculos e promover o acesso e usufruto de direitos; além de contribuir para a melhoria da qualidade de vida.

    “Investir no social é investir nas pessoas, esse é o maior patrimônio do nosso Estado, pois por elas e com elas construímos uma Santa Catarina cada vez mais forte”, disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Claudinei Marques.

     O CRAS é uma referência para a comunidade, um espaço de convivência e a porta de entrada para os serviços da Assistência Social. O objetivo principal é desenvolver as potencialidades, o protagonismo e a autonomia dos indivíduos.

    “É uma grande conquista para o nosso do município, pois estávamos no espaço em anexo com serviço de convivência, não tendo cede própria. Sendo que o CRAS é porta de entrada da Assistência Social. Temos que ter um olhar diferenciado, pois é de suma importância a construção do novo equipamento, vai nos dar melhor condições de atendimento para nossa gente”, exalta do prefeito de Timbé do Sul, Roberto Biava.

    Forquilhinha e Morro da Fumaça terão novo CREAS, um serviço que atende famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade, mas cujos vínculos familiares e comunitários não foram rompidos. O foco são pessoas que sofreram violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas ou que estão em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, entre outros.

    “O CREAS de Forquilhinha funcionava anexo ao CRAS, é fundamental o CREAS ter a sua sede própria para atender melhor e assim ter melhores condições de resolver os problemas e demandas que precisam de toda a atenção estrutura para toda a população”, comenta o prefeito de Forquilhinha, José Cláudio Gonçalves.

    Fabiano Peres – Assessoria de Comunicação

    Imagem/SDS