Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Governo do Estado adota cláusula anticorrupção em editais de licitação e contratos de serviços.

O Governo de Santa Catarina deu mais um passo para coibir, desestimular e inibir a corrupção em obras e serviços públicos contratados pelos órgãos da administração direta e indireta. Uma instrução normativa conjunta entre Controladoria-Geral do Estado (CGE) e a Secretaria de Estado da Administração prevê a inclusão da cláusula anticorrupção nos editais de licitação, […]

Publicado em 10/04/2020 às 07:00


O Governo de Santa Catarina deu mais um passo para coibir, desestimular e inibir a corrupção em obras e serviços públicos contratados pelos órgãos da administração direta e indireta. Uma instrução normativa conjunta entre Controladoria-Geral do Estado (CGE) e a Secretaria de Estado da Administração prevê a inclusão da cláusula anticorrupção nos editais de licitação, nos contratos e nos termos aditivos de prorrogações de prazos. 

Com ela, todos os que se relacionam com a obra ou serviço público contratado (agentes públicos, sócios, acionistas, administradores, colaboradores e terceiros) se obrigam a zelar pela sua regular execução. Em caso de qualquer irregularidade, o fato deve ser notificado à CGE para a devida apuração.

O descumprimento das diretrizes estabelecidas pela instrução normativa se constitui em outro motivo para a rescisão unilateral do contrato, sem prejuízo da cobrança das perdas e danos.

A cláusula anticorrupção é uma medida já adotada por grandes corporações e o uso por parte dos estados tem sido uma tendência.

Informações adicionais para a imprensa
Flavio Cardoso Júnior
Assessoria de Imprensa
Controladoria-Geral do Estado (CGE) 

Foto: Mauricio Vieira / Secom