Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

FURB treina profissionais de saúde de Blumenau com robótica

Em parceria, a FURB e a Secretaria de Saúde de Blumenau estão treinando médicos e enfermeiros da rede básica de saúde para o atendimento aos pacientes graves da Covid-19. O robô do Centro de Simulação da Policlínica Universitária está sendo utilizado para treinar os profissionais que participam do curso intensivo de intubação orotraqueal.    No boneco […]

Publicado em 22/04/2020 às 03:49


divulgação

Em parceria, a FURB e a Secretaria de Saúde de Blumenau estão treinando médicos e enfermeiros da rede básica de saúde para o atendimento aos pacientes graves da Covid-19. O robô do Centro de Simulação da Policlínica Universitária está sendo utilizado para treinar os profissionais que participam do curso intensivo de intubação orotraqueal.   

No boneco simulador, o professor consegue reproduzir as condições de saúde de um ser humano com insuficiência respiratória, um dos sintomas mais graves do novo coronavírus. Isso porque o simulador reproduz as características e reações de um ser humano, incluindo pressão arterial e batimentos cardíacos, por exemplo. Ele é utilizado por vários cursos da Universidade. “Esse simulador tem a capacidade de mostrar as mudanças de sinais vitais, a tosse, a gravidade de todo o caso”, explica o professor de Urgência e Emergência do curso de Medicina da FURB e coordenador da aula, Tarcísio Arcoverde. 

Participam do curso profissionais das Unidades Básicas de Saúde, Ambulatórios Gerais e Centro de Triagem que estão sendo preparados para realizar a intubação no paciente, quando for necessária, para depois encaminhá-lo para um hospital de referência. “Esses pacientes graves, normalmente, vão necessitar de UTI, mas pode ser que eles procurem uma unidade de saúde de complexidade menor, sem perceber a gravidade da situação em que estão. Logo, tal unidade de saúde tem que estar apta para atendê-lo”, explicou Arcoverde. A aula tem duração média de uma hora e 75% do tempo dedicados à prática.

Os profissionais da FURB passam as instruções necessárias, como os instrumentos utilizados, os equipamentos de proteção individual e, na sequência, é simulado um atendimento de emergência de um paciente que precisa ir para um hospital de referência. Para evitar aglomerações, cada simulação é feita com três alunos, geralmente, por dois médicos e um enfermeiro.  Para o participante, médico de emergências, Christian Leite, o curso “ensina a fazer os procedimentos de maneira rápida e eficaz”. Ele também destaca o conhecimento no uso de fármacos e instrumentos para melhorar o atendimento dos casos graves.   O curso foi solicitado pela Secretaria de Promoção da Saúde (SEMUS) de Blumenau e é o órgão que convida e faz a escala dos profissionais de saúde que vão participar das aulas.

As aulas iniciaram na segunda-feira, 20 de abril e tem como meta capacitar mais de 100 profissionais até o final do mês.   “A FURB e a SEMUS são parceiras de longo tempo. Uma integração ensino-serviço-comunidade. Nossos alunos estão inseridos nas unidades de saúde do município e agora, com esta formação, reforçamos a parceria para que o atendimento aos pacientes graves seja feito da melhor forma possível”, afirmou Arcoverde. 

Fonte: Furb