Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Fotos de mulheres mastectomizadas entram em exposição na Cafeteria Especial.

A mostra fotográfica Revigorar, que é uma iniciativa do CIC Blumenau, se tornará itinerante. O intuito do centro comercial é que outras pessoas sejam impactadas pelo projeto. Quatorze mulheres, 28 fotos e uma história em comum: elas superaram o câncer e hoje compartilham o que viveram através da exposição Revigorar. A ação foi uma iniciativa […]

Publicado em 13/11/2019 às 07:00


Foto: Divulgação.

A mostra fotográfica Revigorar, que é uma iniciativa do CIC Blumenau, se tornará itinerante. O intuito do centro comercial é que outras pessoas sejam impactadas pelo projeto.

Quatorze mulheres, 28 fotos e uma história em comum: elas superaram o câncer e hoje compartilham o que viveram através da exposição Revigorar. A ação foi uma iniciativa do CIC Blumenau para o Outubro Rosa e conta a trajetória de pessoas que passaram pelo processo de mastectomia e sua luta para vencer a doença. Devido a intensa visitação e a importância do material, o centro comercial resolveu tornar o projeto itinerante para que outras pessoas possam ser impactadas. Sua primeira parada foi definida e, durante o mês de novembro, ficará disponível para o público na Cafeteria Especial (Rua Herman Huscher, 104, bairro Vila Formosa), em Blumenau (SC).

Giorgio Sinestri, idealizador da cafeteria, explica que um dos objetivos do lugar é receber trabalhos culturais da comunidade blumenauense, como este realizado para o Outubro Rosa. “Ficamos sabendo do projeto através da Mariana Florencio, que realiza aulas voluntárias de fotografia aqui no estabelecimento. Em uma das nossas conversas ela comentou sobre a exposição e nós perguntamos se havia a possibilidade de trazer a mostra para cá durante novembro, já que ele também é um mês de combate ao câncer de próstata”, diz.

Para Daniela Martenthal presidente do CIC Blumenau, as histórias dessas mulheres não devem ser esquecidas e, por isso, levar a exposição para outros lugares é essencial. “Não dá para descrever quanto orgulho sentimos desse projeto e como ficamos felizes em torná-lo realidade. Esperamos que ele siga em frente e continue servindo para a conscientização e superação da doença”, comenta.

Inspiração para outras ações
Antes mesmo da iniciativa sair do seu local de origem ela já havia inspirado outras pessoas. Isso porque, enquanto Sirlei Medeiros Alves, enfermeira e também uma das modelos da exposição Revigorar, visitava sua família em Criciúma, a Rede Feminina de Combate ao Câncer da cidade a chamou para falar sobre sua experiência no projeto. Seu relato fez com que a instituição decidisse promover uma campanha similar em 2020 ampliando ainda mais essa rede de amor e conscientização.

Foto: Divulgação.