Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Exposição gratuita em Blumenau retrata as individualidades do ser através da fotografia.

Mostra “Fardo” de Fransuê Ribeiro segue até o dia 15 de abril na Alameda Haus Artes e Idiomas. Retratar as individualidades da contemporaneidade do ser. Essa é a proposta da fotógrafa, artista visual e pesquisadora Fransuê Ribeiro para a exposição “Fardo”, que está sendo apresentada pela primeira vez ao público na Sala de Exposição Johannastift da Alameda Haus Artes e […]

Publicado em 11/03/2020 às 08:10


Mostra “Fardo” de Fransuê Ribeiro segue até o dia 15 de abril na Alameda Haus Artes e Idiomas.

Retratar as individualidades da contemporaneidade do ser. Essa é a proposta da fotógrafa, artista visual e pesquisadora Fransuê Ribeiro para a exposição “Fardo”, que está sendo apresentada pela primeira vez ao público na Sala de Exposição Johannastift da Alameda Haus Artes e Idiomas. A mostra segue até o dia 15 de abril, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h e aos sábados das 9h às 12h, na Alameda Rio Branco, 165, Centro. A entrada é gratuita. Turmas de instituições de ensino também podem visitar a exposição, porém é necessário fazer o agendamento através do telefone (47) 3057-9394.

De acordo com Fransuê, a exposição surgiu a partir de uma curadoria de experiências obtidas no percurso de sua pesquisa, sendo parte do seu trabalho de conclusão de curso em licenciatura em Artes Visuais, intitulado “Vazio Evitável – O Ser Entreaberto”. “As fotos que fazem parte da exposição têm como objetivo propor a reflexão do eu, do que nos acontece, em um processo atrelado à busca e análise da identidade. Esse processo é uma luta que revela a individualidade que cada ser possui em sentir, interpretar e criticar. Diz respeito à construção individual. É também a união do que nos pesa, o que quer incessantemente falar de dentro para fora”, destaca.

Essa é a primeira exposição oficial da Alameda Haus Artes Idiomas, que iniciou suas atividades no dia 17 de fevereiro. No espaço, crianças (a partir de quatro anos), jovens e adultos podem aprender ou aperfeiçoar o inglês e o alemão, além de vivenciar várias possibilidades nas linguagens artísticas, como dança, teatro, música e artes visuais. “A Alameda Haus é isso, um ambiente de formação cultural e artística. É um prazer inaugurar a Sala de Exposição Johannastift com uma mostra tão bonita como “Fardo”. Nossas portas estarão sempre abertas para os artistas de Blumenau e região”, ressalta o professor Marcos da Silva, diretor da Escola Barão, instituição que faz a gestão da Alameda Haus Artes e Idiomas.

Sobre Fransuê Ribeiro

Nasceu em Florianópolis (SC) em 1989. Morou em Porto Alegre (RS) e hoje reside em Blumenau (SC), onde dá continuação a suas pesquisas em arte e educação. Graduanda em licenciatura em Artes Visuais na Universidade Regional de Blumenau (FURB), iniciou os estudos na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) em 2008. Deu ênfase à fotografia, imagem e movimento e vídeo arte. Apropria-se da fotografia como linguagem artística experimentando-a também de outras maneiras, como processos pictóricos e performance. Atualmente compõe o grupo de pesquisa “Arte e Estética na Educação” na FURB com orientação da Prof. e Dra. Carla Carvalho, atuando principalmente nos seguintes temas: as linguagens artísticas em seus entrelaçamentos e, saúde mental infanto-juvenil e suas influências no aprendizado.

Fotos: Divulgação.