Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Expectativa do retorno do Karate nas escolas de Blumenau

Karate nas escolas prioriza formação de cidadãos. Professora Marcia Mafra, por exemplo, conta com cerca de 150 alunos e não vê a hora da retomada das atividades do ano letivo escolar  Desde março de 2020, quando do início da pandemia, por causa, do novo Coronavírus, a Associação Blumenau de Karate/Barão/Arawaza/Promoshirt/Norte Shopping/Neumartk Shopping/Ipiranga/Executivo/SME Blumenau – teve […]

Publicado em 23/01/2021 às 10:00


Karate nas escolas prioriza formação de cidadãos. Professora Marcia Mafra, por exemplo, conta com cerca de 150 alunos e não vê a hora da retomada das atividades do ano letivo escolar 

Desde março de 2020, quando do início da pandemia, por causa, do novo Coronavírus, a Associação Blumenau de Karate/Barão/Arawaza/Promoshirt/Norte Shopping/Neumartk Shopping/Ipiranga/Executivo/SME Blumenau – teve de interromper um de seus vários projetos. O trabalho social desenvolvido em 11 unidades escolares, através da Secretaria Municipal de Esportes e Secretaria Municipal de Educação – envolvendo cerca de 400 crianças. Com a possibilidade, do retorno do ano letivo escolar, seus professores, que fazem parte da comissão técnica da ABK, estão ansiosos pela retomada do projeto.

A professora Marcia Mafra, por exemplo, que começou a fazer parte do projeto social da ABK, em 2007, na EBM Felipe Schmidt, por meio da Iniciação Esportiva, da Secretaria Municipal de Esportes de Blumenau, não esconde a expectativa do retorno das atividades. “É um trabalho pelo qual tenho muito carinho e são locais, nos quais, comecei a trabalhar com o karate. Estou muito ansiosa por esse retorno, claro, que obedecendo as normas de segurança estabelecidas pelas secretarias Estadual e Municipal de Saúde”, comenta Marcia. 

 “Inicialmente, não buscamos novos talentos, mas repassar conceitos que são à base das aulas de karate, como o respeito, disciplina, educação e também o desenvolvimento físico, como coordenação, agilidade e outros, para a formação de cidadãos. Além disso, é uma oportunidade para que a criança fique em período integral nas escolas, conhecendo novas pessoas e dando a oportunidade para que possam sonhar que o seu futuro possa ser diferente e melhor”, declara a professora. 

Ela lembra que o projeto é aplicado em algumas escolas da rede municipal de Educação. Atualmente, entre a Iniciação Esportiva da SME e o projeto da Secretaria Municipal de Educação de Blumenau, Marcia conta com cerca de 150 alunos, entre 5 e 15 anos. 

Bons exemplos 

Sandra Christa Beyrle, mãe do aluno Saymon Beyrle Maia, faixa verde, lembra de quando o filho começou a praticar karate, no Caic da Velha Central, por meio do projeto da SME Blumenau, em 2015, aos 10 anos de idade. “Ele sempre gostou de esportes. Desde quando ele no karate, observo muitas mudanças positivas, principalmente na educação, no respeito com o próximo. Tenho muito orgulho e procuro acompanhá-lo nos treinos e nos campeonatos do Estadual Série B”, conta. “Espero que acabe logo essa pandemia para que os treinos voltem“, completa. 

Mesma linha de pensamento dos benefícios da prática do karate segue Gisele de Lima Gonçalves, mãe da aluna Stephany Westphal, que começou no karate, na EBM Alice Thiele, aos sete anos. Hoje, com 12 anos, Stephany é faixa marrom. “Antes de começar no karate, ela era uma garotinha muito tímida e tinha dificuldades de se relacionar com as pessoas. O karate lhe proporcionou ganhar confiança, melhorou sua autoestima. Hoje, ela é muito focada no que faz”, comenta a mãe. “Seu objetivo é se tornar uma grande atleta e dar aulas para crianças”, revela. 

Fonte: Marcia Mafra, professora e atleta da Associação Blumenau de Karate (99978-4508)

Assessor de Comunicação: Humberto Trindade (99194-0745)

E-mail: humbertoesporte@yahoo.com.br