Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Estagiária da Justiça Eleitoral é selecionada para o programa Jovem Senador 2022

A estagiária do cartório eleitoral de Maravilha (SC), Gabriela Beduschi Guadagnin, foi selecionada para representar o estado no programa Jovem Senador 2022. Ela é um dos 27 estudantes vencedores do concurso, sendo um de cada unidade da Federação. O tema da redação deste ano foi 200 anos de Independência: lições da história para a construção do […]

Publicado em 12/05/2022 às 02:15


A estagiária do cartório eleitoral de Maravilha (SC), Gabriela Beduschi Guadagnin, foi selecionada para representar o estado no programa Jovem Senador 2022. Ela é um dos 27 estudantes vencedores do concurso, sendo um de cada unidade da Federação. O tema da redação deste ano foi 200 anos de Independência: lições da história para a construção do amanhã, e os ganhadores foram divulgados na última sexta-feira (6).

“Foi muito gratificante receber a notícia e foi possível sentir que todo o esforço e dedicação que estou tendo há anos estão começando a ter resultados. Será uma experiência inimaginável para mim”, comemora.

Ela irá vivenciar o processo legislativo no Senado no período de 27 de junho a 1 de julho, e as propostas feitas por ela e pelos demais participantes poderão ser transformadas em projetos de lei. As sugestões acatadas serão encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) da Casa. Desde o início do programa, já foram apresentadas 54 proposições, das quais 40 foram aceitas passando a tramitar como projetos de lei e duas seguiram como propostas de emenda à Constituição (PECs).

A conquista de Gabriela foi motivo de orgulho para todos do cartório eleitoral de Maravilha, informa Ademir Hemming Johann, titular da unidade. Ela ingressou na Justiça Eleitoral em abril deste ano, onde deve permanecer até 2023. “Me senti extremamente acolhida por meus colegas, creio que seja um ambiente excelente de trabalho, com profissionalismo e uma ótima comunicação”, diz.

O próximo objetivo de Gabriela, que tem apenas 16 anos, será exercer o direito ao voto nas Eleições 2022. Para isso, ela conta que fez o alistamento antes mesmo de conseguir a vaga de estágio por reconhecer a importância do título eleitoral. “É um meio pelo qual podemos exercer nossa cidadania e participar ativamente da política do nosso país. É basicamente uma chave de acesso, em que possuímos o poder para reverter e melhorar nossa realidade”, destaca a estudante.

Por Jean Peverari, com informações da 50ª ZE e da SED

Assessoria de Comunicação Social do TRE-SC