Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Documentário mostra a Luta diária de quem tem HIV. Projeto independente fala sobre os avanços da ciência e os retrocessos causados pelo preconceito.

Você já imaginou descobrir que é portador do vírus HIV em um momento em que nem os médicos tinham todas as informações sobre transmissão e prevenção? O virus pode ter surgido nos anos 30, mas só foi identificado em meados dos anos 80. Desse período até hoje, de desconhecimento, de preconceito e de dúvidas, que […]

Publicado em 02/12/2019 às 03:39


Foto: Divulgação.

Você já imaginou descobrir que é portador do vírus HIV em um momento em que nem os médicos tinham todas as informações sobre transmissão e prevenção? O virus pode ter surgido nos anos 30, mas só foi identificado em meados dos anos 80. Desse período até hoje, de desconhecimento, de preconceito e de dúvidas, que mais de 30 milhões de pessoas morreram de doenças relacionadas a AIDS no mundo.

Dia 01/12 é o Dia Mundial de Luta contra a Aids, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) no ano de 1988. São 31 anos de iniciativas, que fazem a diferença quando se fala na evolução do tratamento e qualidade de vida. E apesar da evolução da ciência, o preconceito parece não ter evoluído. Falar sobre HIV é parte do desafio de desmistificar a doença, de prevenir e de criar novas oportunidades para que quem descobriu tenha a certeza de que o diagnóstico já não é mais uma sentença de morte.  Foi pensando nisso que a Jornalista Suelen Eskelsen e o editor de vídeo Heinz Goll Neto se reuniram para produzir um documentário que mostra as lutas diárias de quem é soropositivo, além dos avanços da ciência e dos retrocessos enfrentados com o preconceito. O vídeo é uma produção independente sem nenhum vínculo político, apenas com cunho informativo, para despertar reflexão. O documentário “AIDS: UMA LUTA CONTRA O PRECONCEITO” vai ser exibido no dia 02/12 segunda- feira na Fundação Cultural de Blumenau, no Cine Teatro Edith Gaertner a partir das 19h. No local haverá também um bate papo sobre o tema e testes rápidos de HIV para os interessados.

De acordo com uma estimativa da OMS, quase 10 milhões de pessoas têm o vírus HIV, mas não sabem. Não existe grupo de risco, todos precisam se envolver e se conscientizar. O diagnóstico e o tratamento precoce garantem hoje, qualidade de vida. Então: Faça o teste! Se informe! Participe!

Lançamento documentário “Aids: uma luta contra o preconceito”
Quando: 02/12 -19h

Onde: Fundação Cultural de Blumenau no Cine Teatro Edith Gaertner.

Foto: Divulgação.