Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

COPA BRASIL: SONHO DE UMA SEMIFINAL INÉDITA ADIADO

Time volta a focar suas atenções apenas na Superliga e domingo recebe o Guarulhos Com três desfalques por conta da Covid, a APAN/Eleva entrou em quadra na noite desta quarta-feira na cidade de Campinas (SP), onde enfrentou o Vôlei Renata. O confronto único, válido pelas quartas de final da Copa Brasil de Vôlei Masculino, garantiu o time […]

Publicado em 20/01/2022 às 02:00


Time volta a focar suas atenções apenas na Superliga e domingo recebe o Guarulhos

Com três desfalques por conta da Covid, a APAN/Eleva entrou em quadra na noite desta quarta-feira na cidade de Campinas (SP), onde enfrentou o Vôlei Renata. O confronto único, válido pelas quartas de final da Copa Brasil de Vôlei Masculino, garantiu o time campineiro na semifinal após a vitória por 3 sets a 0 sobre o time blumenauense, com parciais de 25/17, 25/20 e 25/22, em 1h16 de disputa.

O central Lucas Fonseca, o ponteiro Alan Patrick e o levantador Ricardo Perini foram as ausências da noite. Eles testaram positivo para Covid e seguem em isolamento domiciliar pelos próximos dias. Outro contratempo de última hora, praticamente tirou o ponteiro Vitor Baesso do jogo, após sentir uma contratura no pescoço. O oposto Jamelão e o levantador Rodrigo Ribeiro voltaram a atuar depois da Covid, diagnosticada na última semana.

Fora de quadra, o auxiliar técnico Marcel Ramos, o China, voltou a comandar o time em razão do técnico André Donegá ainda não ter sido liberado do isolamento após positivar para Covid. O preparador físico Jonas Deschamps foi outra vítima do vírus na semana passada e também necessitou ficar em Blumenau, isolado em casa.

Mesmo com tantos problemas, além do desgaste pelas viagens e a falta de treinos adequados por estar com grupo reduzido, China viu aspectos positivos: “O grupo se uniu e quem não estava atuando muito teve a oportunidade de ganhar ritmo de jogo. Algo importante para sequência da Superliga. O central Paulo Carrara, recém contratado, foi um desses atletas, marcando seu primeiro ponto no terceiro set, de ace.

Ao avaliar o jogo, China destacou o volume de jogo imposto pelo Vôlei Renata, dificultando as ações da APAN. Mesmo assim, a APAN fez sete bloqueios – três deles com Ialisson e dois com o levantador Rodrigo Ribeiro. Com nove pontos (todos em bolas de ataque), o cubano Yordan Bisset foi o maior pontuador do time. Apenas dois saques caíram na quadra adversária, com Wennder Lopes e estreante Paulo Carrara.

Foco no Guarulhos

Domingo, 19 horas, é hora de reencontrar o torcedor pela primeira vez em 2022. O Vedacit Vôlei Guarulhos será o adversário, em partida válida pela terceira rodada do returno da Superliga. É um adversário direto na briga pelo G-4 e pela importância do confronto, o time espera contar com o apoio maciço da torcida.

Os ingressos estão à venda desde a semana passada no site da www.apanvolei.com.br/adquira-seu-ingresso/ e na Blubel Esportes, na região central de Blumenau.

Protocolos de prevenção

O torcedor que for ao jogo de domingo precisará seguir os protocolos definidos pelos Governos do Estado e de Blumenau, previstos no protocolo “Evento Seguro”. É obrigatória a comprovação de vacina completa COVID-19 (carteirinha de vacinação, ConectSUS ou aplicativo Pronto). Para que não vacinou ou não tem o esquema vacinal completa, precisa apresentar exame RT-PCR feito até 48 horas antes do jogo. Além disso, a obrigação do uso de máscara e o distanciamento de um metro.

Foto: Pedro Teixeira (Vôlei Renata)