Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

COMUNICADO SINDILOJAS BLUMENAU: MAIS RESPEITO COM A COMUNIDADE DE BLUMENAU.

Pela terceira vez neste ano, Blumenau amanhece com paralisação parcial no transporte público. E novamente, a classe trabalhadora, estudantes e as comunidades desfavorecidas – que são os mais dependentes do transporte coletivo em nossa cidade – sofrem as consequências imediatas. Por meio de seu sindicato, motoristas e cobradores anunciaram nesta segunda-feira a paralisação. Mantiveram-se os […]

Publicado em 03/03/2020 às 05:26


Pela terceira vez neste ano, Blumenau amanhece com paralisação parcial no transporte público. E novamente, a classe trabalhadora, estudantes e as comunidades desfavorecidas – que são os mais dependentes do transporte coletivo em nossa cidade – sofrem as consequências imediatas.

Por meio de seu sindicato, motoristas e cobradores anunciaram nesta segunda-feira a paralisação. Mantiveram-se os 90% de trabalhadores em atividade, como determina a lei. Mas mesmo com apenas 10% da frota paralisada, as consequências são as piores possíveis.

O sindicato exige ganho real de 5%, sendo que houve reposição inflacionária e anuênio de 1%. Não se trata de uma categoria mal remunerada, ou que não recebe benefícios. Pelo contrário, motoristas e cobradores são bastante privilegiados em comparação a outras categorias sindicalizadas.

Tal tática de guerrilha gera insegurança em trabalhadores e toda a cadeia produtiva da cidade. Muita gente prefere não sair de casa por conta da incerteza gerada, deixando até mesmo de pagar as contas em dia, ou de passar por um importante procedimento médico. Empregados acabam se atrasando ou não comparecem ao trabalho, dependendo de caronas, do táxi ou do transporte por aplicativo.

O resultado: vários setores, sobretudo o de serviços em geral e o do comércio, sentem na carne os efeitos da iniciativa dos sindicalistas. Trabalhadores autônomos ou microempreendedores deixam de faturar. Cada dia paralisado é um dia de arrecadação prejudicada. A situação impacta também nos serviços prestados pelo poder público, seja no nível estadual ou no municipal. Todo mundo sai perdendo.

Por isso, voltamos a pedir bom senso do sindicato dos motoristas e cobradores do município. A comunidade de Blumenau nada tem a ver com essa disputa, e acaba sendo a verdadeira prejudicada por atitudes com a desta terça-feira.