Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br

    Coleta de Lixo em Blumenau. Samae assina novo contrato emergencial para coleta de resíduos sólidos.

    Nesta segunda-feira, dia 11, entra em vigência um novo contrato emergencial com a empresa que presta serviço de coleta de resíduos sólidos na cidade de Blumenau. O contrato com a Sanepav – Saneamento Ambiental Ltda. tem prazo de 180 dias ou até que a licitação seja homologada. O documento atual segue os moldes do anterior. Para o presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Blumenau, Alexandro Fernandes, a assinatura do novo contrato emergencial é tida como fundamental enquanto a licitação que vai definir a nova prestadora do serviço na cidade não é concluída. “Temos nos empenhado para concluir esta situação da forma mais rápida possível, mas sem deixar de atender a população enquanto a homologação da licitação não acontece”, afirma. O novo edital tem como foco a gestão sustentável dos resíduos sólidos domiciliares (orgânicos, recicláveis e rejeitos), de acordo com as leis 11.445/2007 e 12.305/2010, para as áreas urbanas e rurais do município. Além disso, prevê a disponibilização, manutenção, higienização e operação de contêineres para coleta de resíduos sólidos domiciliares em toda a cidade. O contrato terá duração de 12 meses, podendo ser prorrogado por até 60 meses. Foto arquivo #BlogdoJaime.

    Publicado em 12/09/2017 às 05:33


    Coleta de Lixo em Blumenau. Samae assina novo contrato emergencial para coleta de resíduos sólidos.
    O documento atual segue os moldes do contrato anterior.

    Fotos #BlogdoJaime

    Nesta segunda-feira, dia 11, entra em vigência um novo contrato emergencial com a empresa que presta serviço de coleta de resíduos sólidos na cidade de Blumenau. O contrato com a Sanepav – Saneamento Ambiental Ltda. tem prazo de 180 dias ou até que a licitação seja homologada. O documento atual segue os moldes do anterior.

    Para o presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Blumenau, Alexandro Fernandes, a assinatura do novo contrato emergencial é tida como fundamental enquanto a licitação que vai definir a nova prestadora do serviço na cidade não é concluída. “Temos nos empenhado para concluir esta situação da forma mais rápida possível, mas sem deixar de atender a população enquanto a homologação da licitação não acontece”, afirma.

    O novo edital tem como foco a gestão sustentável dos resíduos sólidos domiciliares (orgânicos, recicláveis e rejeitos), de acordo com as leis 11.445/2007 e 12.305/2010, para as áreas urbanas e rurais do município. Além disso, prevê a disponibilização, manutenção, higienização e operação de contêineres para coleta de resíduos sólidos domiciliares em toda a cidade. O contrato terá duração de 12 meses, podendo ser prorrogado por até 60 meses.

     

    Assessor de Comunicação: Diorgnes Saldanha Lima