Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza encerra nesta terça-feira, dia 30. Até o momento, o Ministério da Saúde não sinalizou nova prorrogação da campanha.

Nesta terça-feira, dia 30, encerra a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. O município vacinou até a última semana 87,7% dos públicos-alvos estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS). A meta estipulada pelo MS é de 90%. Os públicos que mais preocupam a Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) são os das gestantes, puérperas e crianças. […]

Publicado em 29/06/2020 às 04:14


Nesta terça-feira, dia 30, encerra a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. O município vacinou até a última semana 87,7% dos públicos-alvos estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS). A meta estipulada pelo MS é de 90%. Os públicos que mais preocupam a Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) são os das gestantes, puérperas e crianças.

Entre as mais de três mil gestantes que deveriam tomar a vacina contra Influenza em Blumenau, apenas 51% delas procurou o serviço. Entre as puérperas, que são as mulheres que tiveram parto há até 45 dias, o índice é ainda menor, 43% das 543 indicadas pelo MS. Entre as crianças, maiores de seis meses e menores de seis anos, a cobertura teve um aumento, mas os pais e responsáveis ainda precisam se mobilizaram para vacinar os cerca de 21 mil pequenos, já que 64% deste grupo foi imunizado. 

No primeiro levantamento do MS, cerca de 125 mil pessoas poderiam se vacinar em Blumenau, sendo 80.734 destes da população dos grupos prioritários. A meta é atingir 90% desse público, e por enquanto Blumenau está com 87,7%. Até o momento, o Ministério da Saúde não sinalizou nova prorrogação da campanha.

Já foram aplicadas nas salas de vacinação da Semus mais de 85 mil doses da vacina. Para receber a imunização é preciso agendar horário por meio do aplicativo Pronto Mobile; link no site da Prefeitura de Blumenau, ou ainda pelo telefone da unidade de saúde. No momento da marcação on-line, o usuário deverá selecionar a qual grupo pertence e estar ciente da obrigação de apresentação de documento que comprove acondição.

 Confira na lista abaixo os grupos e documentos necessários para comprovação:

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade: (5 anos 11 meses e 29 dias): documento de identidade com CPF

– Pessoas com deficiência: laudos ou declarações médicas; comprovação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou documento de aposentadoria da pessoa com deficiência

– Gestantes: resultado de teste de gravidez positivo ou carteirinha de gestante 

– Puérperas até 45 dias: documento que comprove a gestação como certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros

– Adultos de 55 a 59 anos de idade: documento de identidade

– Professores das escolas públicas e privadas: último contracheque (holerite).

Foto: Marcelo Martins