Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Blumenau registra saldo positivo na geração de empregos em agosto.

O município de Blumenau se mantém em destaque nos rankings nacional e estadual de geração de empregos com o saldo positivo de 531 vagas criadas no mês de agosto. No acumulado de janeiro a agosto deste ano, a cidade obteve um saldo positivo de 2.301 vagas de trabalho, ficando com a terceira posição em Santa Catarina. No comparativo nacional, Blumenau está com a 13ª posição. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O resultado demonstra um aumento de 224% em relação a agosto de 2016, com destaque para a indústria de transformação (218 novas vagas), comércio (186) e setor de serviços (100). Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo, Móris Kohl, esse índice é muito positivo para o município. "As expectativas mencionadas do aquecimento da economia são notáveis já em 2017, superando previsões que, até meses atrás, eram vislumbradas somente para 2018". Para Kohl, são várias as vertentes que contribuem para este resultado, entre as quais a mão de obra qualificada, o espírito empreendedor e as políticas públicas direcionadas ao fomento econômico, como o Plano Estratégico de Desenvolvimento Econômico Municipal de Blumenau (Pedem). Foto #BlogdoJaime.

Publicado em 25/09/2017 às 08:39


Blumenau registra saldo positivo na geração de empregos em agosto.

Foto #BlogdoJaime

O município de Blumenau se mantém em destaque nos rankings nacional e estadual de geração de empregos com o saldo positivo de 531 vagas criadas no mês de agosto. No acumulado de janeiro a agosto deste ano, a cidade obteve um saldo positivo de 2.301 vagas de trabalho, ficando com a terceira posição em Santa Catarina. No comparativo nacional, Blumenau está com a 13ª posição. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

 

O resultado demonstra um aumento de 224% em relação a agosto de 2016, com destaque para a indústria de transformação (218 novas vagas), comércio (186) e setor de serviços (100). Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo, Móris Kohl, esse índice é muito positivo para o município. “As expectativas mencionadas do aquecimento da economia são notáveis já em 2017, superando previsões que, até meses atrás, eram vislumbradas somente para 2018”.

 

Para Kohl, são várias as vertentes que contribuem para este resultado, entre as quais a mão de obra qualificada, o espírito empreendedor e as políticas públicas direcionadas ao fomento econômico, como o Plano Estratégico de Desenvolvimento Econômico Municipal de Blumenau (Pedem).