Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos
  • Esportes

Blumenau quer voltar a ser campeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina. Último troféu foi conquistado em 2013, quando os jogos ocorreram no município.

De 3 a 11 de novembro, Lages será sede da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). E a delegação de Blumenau, representada pelas equipes da Fundação Municipal de Desportos (FMD), tem como objetivo voltar a ser campeão. A última vez que isso ocorreu foi em 2013, quando os jogos foram realizados aqui. Blumenau é o maior campeão com 40 troféus, seguido de Florianópolis com sete, Joinville com quatro e Itajaí com dois. A delegação blumenauense viaja para Lages com 445 atletas em 21 modalidades. Segundo o presidente da FMD, Egídio Beckhauser, Blumenau tem condições de brigar novamente pelo título e é com esse objetivo que a equipe viaja. “Vamos para levantar o maior número possível de troféus”, comenta. Mesmo assim, a conversa com as equipes, desde o início do ano, é de priorizar os atletas da cidade. “Claro que temos de respeitar os acordos prévios com atletas ‘de fora’, mas a ideia é que no ano que vem tenhamos praticamente 100% de atletas nascidos ou estabelecidos em Blumenau”, projeta Beckhauser. Apesar de estar na 57ª edição, em três oportunidades não houve campeão porque a competição não foi realizada: em 1983, em Blumenau; em 2008 em Timbó, Indaial, Pomerode e Rio dos Cedros; e em 2016, em Tubarão – todos cancelados por contas de tragédias climáticas. Confira abaixo as projeções de cada modalidade para os Jasc 2017 aqui no Blog:

Publicado em 03/11/2017 às 10:44


Blumenau quer voltar a ser campeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina.
Último troféu foi conquistado em 2013, quando os jogos ocorreram no município.

De 3 a 11 de novembro, Lages será sede da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). E a delegação de Blumenau, representada pelas equipes da Fundação Municipal de Desportos (FMD), tem como objetivo voltar a ser campeão. A última vez que isso ocorreu foi em 2013, quando os jogos foram realizados aqui. Blumenau é o maior campeão com 40 troféus, seguido de Florianópolis com sete, Joinville com quatro e Itajaí com dois. A delegação blumenauense viaja para Lages com 445 atletas em 21 modalidades.

Segundo o presidente da FMD, Egídio Beckhauser, Blumenau tem condições de brigar novamente pelo título e é com esse objetivo que a equipe viaja. “Vamos para levantar o maior número possível de troféus”, comenta. Mesmo assim, a conversa com as equipes, desde o início do ano, é de priorizar os atletas da cidade. “Claro que temos de respeitar os acordos prévios com atletas ‘de fora’, mas a ideia é que no ano que vem tenhamos praticamente 100% de atletas nascidos ou estabelecidos em Blumenau”, projeta Beckhauser.

Apesar de estar na 57ª edição, em três oportunidades não houve campeão porque a competição não foi realizada: em 1983, em Blumenau; em 2008 em Timbó, Indaial, Pomerode e Rio dos Cedros; e em 2016, em Tubarão – todos cancelados por contas de tragédias climáticas.

Confira abaixo as projeções de cada modalidade para os Jasc 2017.

Atletismo
Depois de conquistar seis pódios nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), o atletismo de Blumenau chega com moral nos Jasc. Especialmente no masculino, que vai com equipe completa – dois atletas em cada prova. A expectativa é de brigar por título entre os homens e no feminino terminar entre os cinco primeiros.

Resultado em 2015: 4º no feminino e 2º no masculino
Último título: 2007 em Jaraguá do Sul (em ambos)

Basquete
Blumenau vem de oito títulos consecutivos no feminino e chega como favorito para brigar por mais um troféu. Nas últimas 12 edições, Blumenau esteve em todas as finais. Mas como apenas sete cidades confirmaram presença, a modalidade não pontuará na classificação geral – o mínimo é oito participantes. No masculino, a situação é parecida. Campeão catarinense, Sul-Brasileiro e quarto colocado na Liga Ouro Nacional, Blumenau chega como um dos favoritos ao Jasc. O grande diferencial da equipe é que a maioria dos atletas é formada nas categorias de base da cidade.

Resultado em 2015: campeão no feminino e vice no masculino
Último título: 2015 em Joaçaba no feminino e 2014 em Itajaí no masculino

Bocha
A bocha masculina está passando por um período de readequação da equipe e, por isso, espera melhores resultados para 2018. Neste ano, caiu em uma chave que tem Chapecó e Gravatal, dois fortes candidatos ao título, por isso o primeiro objetivo é passar para a segunda fase. Já no feminino, a briga e para ficar entre os quatro melhores. Chapecó e Itajaí são os favoritos ao título nessa categoria.

Resultado em 2015: 4º no feminino; masculino não participou
Último título: 2003 em casa no masculino e 1999 em Chapecó no feminino

Bolão 16
A modalidade é uma das mais equilibradas dos Jogos Abertos. Mas Blumenau chega como favorito tanto no masculino como no feminino. As duas equipes vêm de bons resultados na temporada, o que motiva os atletas na busca por um bom resultado. Alguns adversários se reforçaram para a competição, mas, mesmo assim, o objetivo é brigar pelo título e repetir a dobradinha da última edição.

Resultado em 2015: Campeão no feminino e no masculino
Último título: 2015 em Joaçaba em ambos

Bolão 23
Entre os homens, a expectativa é de brigar por pódio. A equipe vem de bons desempenhos em competições de nível estadual e nacional e chega com moral. No feminino, a expectativa é a mesma, mas elas caíram em uma das chaves mais difíceis, com Itajaí, Rio do Sul e São João do Oeste.

Resultado em 2015: 9º no masculino e 6º no feminino
Último título: 2013 em casa no feminino e 2000 em Brusque no masculino

Ciclismo
O ciclismo de Blumenau tem como objetivo brigar por medalhas em todas as provas que disputará na competição. Das seis provas, a equipe não terá representante apenas no downhill. Segundo o atleta e técnico Marcelo Moser, o Pinguim, o objetivo é terminar na zona de pontuação – entre os seis primeiros.

Resultado em 2015: 16º
Último título: 2013 em Blumenau

Futsal
Criado neste ano, o time masculino chega com moral no Jasc. Já classificado para a segunda fase do Estadual e líder da Copa SC, o time não terá uma missão fácil, pois caiu no grupo mais difícil da primeira fase, ao lado de Jaraguá do Sul, São Lourenço do Oeste e Joaçaba. No feminino, o primeiro objetivo é passar da primeira fase e, de preferência, evitando o confronto com Chapecó na etapa seguinte. Aí então o objetivo passa a ser terminar entre os quatro melhores.

Resultado em 2015: 6º no feminino e no masculino
Último título: 1990 em casa no masculino; no feminino ainda não foi campeão

Ginástica artística
Blumenau é uma das equipes mais tradicionais na ginástica artística catarinense, sempre figurando entre os dois melhores da competição. Porém, a última vez que houve dobradinha do masculino e feminino no lugar mais alto do pódio foi em 2010, em Brusque. O objetivo é repetir o feito e quebrar a hegemonia de Itajaí nas três últimas edições.

Resultado em 2015: 2º no feminino e no masculino
Último título: 2010 em Brusque nos dois

Ginástica rítmica
A ginástica rítmica terá um reforço de peso na busca pelo pódio nos Jasc. A técnica da Seleção Brasileira, Camila Ferezin, veio a Blumenau para acompanhar a reta final de preparação para a competição. Integrante e capitã da Seleção Brasileira Olímpica, Jéssica Maier está confirmada na disputa. O objetivo é brigar por pódio.

Resultado em 2015: 4º
Último título: 1992 em Joinville.

Handebol
Blumenau é uma das principais forças do Estado no handebol. No feminino, que já se confirmou entre os quatro melhores da Liga Nacional 2017, a expectativa é de brigar pelo título. Já entre os homens, o objetivo é terminar entre os três primeiros.

Resultado em 2015: Vice no feminino e no masculino
Último título: 2007 em Jaraguá do Sul no feminino e 2005 em Chapecó no masculino

Judô
Blumenau vai para o judô apostando nos atletas da casa. Mas, mesmo assim, há chances de brigar pelo título no masculino, mesmo sofrendo com algumas lesões. Já a equipe feminina está em fase de transição, com muitas atletas novas. As expectativas são para buscar o maior número de medalhas possível.

Resultado em 2015: 4º no feminino e 3º no masculino
Último título: 2000 em Brusque no masculino e 1999 em Chapecó no feminino.

Karatê
O karatê de Blumenau é um dos mais fortes do Estado e deve brigar para terminar entre os três melhores tanto no masculino, quanto no feminino.

Resultado em 2015: 2º no feminino e 4º no masculino
Último título: 2013 em casa nos dois.

Natação
A natação vai com uma equipe jovem, formado em sua maioria por atletas das categorias juvenil e júnior. Com o reforço de Julia Volkmann no feminino, a perspectiva é de brigar para terminar entre as três melhores. Já no masculino, há expectativa de medalhas de ouro em provas como 50m e 100m livre.

Resultado em 2015: 3º no feminino e 5º no masculino
Último título: 2009 em Chapecó no feminino e 1991, também em Chapecó, no masculino.

Punhobol
O punhobol de Blumenau chega com objetivo de brigar para chegar na final da competição ou, na pior das hipóteses, na disputa do terceiro lugar.

Resultado em 2015: Vice-campeão
Último título: 2012 em Caçador

Remo
Por falta de estrutura em Lages, o remo já foi disputado em Florianópolis, nos dias 28 e 29 de outubro. Blumenau terminou em segundo lugar, atrás da Capital e à frente de Chapecó.

Último título: 2014, em Itajaí

Taekwondo
As meninas devem brigar por pódio na competição, especialmente pela mistura entre atletas experientes e novatas. Já no masculino, que vai com a equipe completa, os lutadores são mais novos e que vieram de projetos sociais em Blumenau. Quem sabe, dê para buscar umas medalhas.

Resultado em 2015: 3º no feminino; masculino não participou
Último título: Sem títulos (modalidade estreou em 2011)

Tênis
O tênis chega com a incógnita de ainda desconhecer os principais adversários, já que contratações são comuns. E já estreia contra Balneário Camboriú, um dos mais fortes do Estado, com a possibilidade de pegar Joinville já na segunda rodada. No feminino, a projeção da equipe aponta que há possibilidade de terminar entre os quatro primeiros.

Resultado em 2015: 5º no feminino e 9º no masculino
Último título: 2006 em Joaçaba no masculino e 2003 em casa no feminino

Tiros
São três as modalidades que estarão em disputa: armas curtas, armas longas e ao prato. Na primeira, o objetivo da equipe é terminar na zona de pontuação, ou seja, entre os seis primeiros. Nas armas longas, a equipe está em processo de renovação, então a previsão é de terminar num sétimo lugar. Já o tiro ao prato chega como um dos favoritos ao título da competição.

Resultados em 2015: armas curtas não participou, 5º no armas longas e 7º no tiro ao prato
Últimos títulos: 2002 em Lages o tiro ao prato, 1998 em Joaçaba o armas longas e 1996 em São Bento do Sul o tiro ao prato

Triatlo masculino
Em Lages, por não oferecer um local adequado para natação, a prova será um duatlo, apenas com corrida e bike. Mas como ocorreu em outros anos, é muito comum que várias equipes contratem atletas do Brasil inteiro, por isso a equipe de Blumenau disse que é difícil dar um prognóstico. Mas mesmo assim, eles viajam com o objetivo de terminar entre segundo e quarto lugares.

Resultados de 2015: Não participou
Último título: 2013 em casa.

Vôlei
Blumenau é uma das cidades com mais tradição no vôlei em Santa Catarina. Tanto no masculino, como no feminino, as equipes geralmente estão brigando pelo título dos Jogos Abertos. Não será diferente neste ano. Os homens chegam com status de campeões estaduais, título conquistado recentemente. Já as meninas vão com uma equipe mais renovada, mas também com chance de pódio.

Resultados de 2015: Vice no feminino e campeão no masculino
Último título: 2015 em Joaçaba no masculino e 2007 em Jaraguá do Sul no feminino

Vôlei de Praia
A dupla feminina é caseira, formada por Ana Luiza, 22 anos, e Luisa, 19. Elas já conquistaram alguns títulos importantes, mas competirão juntas pela primeira vez. No masculino, serão os experientes Silvio e Nelson, que já foram medalhistas do Jasc em outras edições. O objetivo das duas duplas é brigar por pódio.

Resultados de 2015: 4º no feminino e 8º no masculino
Último título: 2006 em Joaçaba em ambos

Xadrez
A expectativa do xadrez masculino é brigar pelo pódio, ou seja, terminar entre os três primeiros colocados. Entre as mulheres o objetivo é o mesmo. As duas equipes foram reforçadas para a competição.

Resultado de 2015: 4º no feminino e no masculino
Último título: 2013 em casa no feminino e 2006 em Joaçaba no masculino

 

Assessor de comunicação: Julimar Pivatto