Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Blumenau abre agenda de vacinação contra o Coronavírus para pacientes com Fibrose Cística
Agendamento pode ser feito pelo site da Prefeitura e pelo telefone 156 (opção 2).

A Prefeitura de Blumenau está com agendamento aberto para que pacientes com Fibrose Cística acima dos 18 anos possam receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O agendamento também segue aberto para pessoas com Síndrome de Down, pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea e pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no […]

Publicado em 14/05/2021 às 05:11


A Prefeitura de Blumenau está com agendamento aberto para que pacientes com Fibrose Cística acima dos 18 anos possam receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O agendamento também segue aberto para pessoas com Síndrome de Down, pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea e pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), todos acima de 18 anos. Além disso, pessoas com Deficiências Permanentes acima dos 35 anos, pessoas com comorbidades acima dos 35 anos e idosos acima dos 60 anos também podem solicitar a vacina.

O agendamento, aberto nesta sexta-feira, dia 14, deve ser feito no site da Prefeitura de Blumenau, pelo link bit.ly/VacinaBlumenau e também pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2) que terá atendimento até às 22h. São 1,8 mil vagas para vacinação ainda nesta sexta-feira, dia 14, e conforme a agenda for completada as vagas do sábado, dia 15, serão abertas para aplicação no Parque Vila Germânica. Ao longo da semana, novas vagas serão liberadas, ampliando a cobertura vacinal.

Somente serão vacinados aqueles usuários com agendamento. É importante ficar atento as informações do agendamento para não faltar à data prevista para a vacina. Após receber a primeira dose da vacina, ao final do atendimento automaticamente o sistema agenda o retorno para ser feita a segunda dose, dentro do prazo adequado. 

Atestado/Declaração Médica
A Prefeitura está disponibilizando um modelo de declaração médica para que pessoas com comorbidades possam comprovar a condição pré-existente da patologia e consigam receber a vacina contra o Coronavírus. O documento disponível por meio do link bit.ly/declaracaomedica deve ser preenchido e assinado pelo profissional médico atestando com exatidão a comorbidade do paciente.

O objetivo do documento é dar agilidade ao atendimento realizado na Central de Vacinação, no Setor 1 do Parque Vila Germânica, uma vez que muitos usuários estão apresentando declarações que “autorizam aplicação da vacina”, mas sem a indicação da patologia, exigida na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, pelo Ministério da Saúde.

Acesso à aplicação da vacina
A orientação é para que os usuários cheguem com até 15 minutos de antecedência ao Parque Vila Germânica para apresentar a documentação comprobatória junto com o documento de identidade e carteira de vacinação. Não é necessário chegar com mais antecedência para evitar aglomerações.

Os usuários podem acessar o Setor 1 entrando pela Rua Alberto Stein, utilizando o estacionamento dentro do Parque Vila Germânica. O espaço conta com cadeiras de rodas para auxiliar no deslocamento. Pessoas com mobilidade reduzida podem acessar a Central de Vacinação pela Rua Itapiranga, que foi sinalizada pela Seterb. Neste caso, a vacina é aplicada sem que o usuário precise desembarcar do veículo.

Confira abaixo os públicos e a documentação necessária para vacinação:

– Pessoas com Fibrose Cística acima de 18 anos: Atestado ou declaração médica.
 
– Pessoas com Síndrome de Down acima dos 18 anos: Atestado ou declaração médica ou Exame de Cariótipo ou ainda Carteira de Transporte Público.

– Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea acima dos 18 anos: Atestado ou declaração médica.

– Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa Benefício de Prestação Continuada (BPC) acima dos 18 anos: Comprovante de recebimento do beneficio.

– Pessoas com Deficiência Permanente acima de 35 anos: Atestado ou declaração médica ou  documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência, ou ainda Carteira de Transporte Público.

– Pessoas com comorbidades acima de 35 anos: Atestado ou declaração médica que comprove a condição de risco (comorbidade).

– Idosos acima dos 60 anos: Documento de identificação.

Confira abaixo a lista de comorbidades da terceira etapa da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19:

• Diabetes mellitus
• Pneumopatias crônicas graves
• Hipertensão arterial resistente (HAR)
• Hipertensão arterial estágio 3
• Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade
• Insuficiência cardíaca (IC)
• Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
• Cardiopatia hipertensiva
• Síndromes coronarianas
• Valvopatias
• Miocardites e Pericardiopatias
• Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas
• Arritmias cardíacas
• Cardiopatias congênita no adulto
• Prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados
• Doença cerebrovascular
• Doença renal crônica
• Imunossuprimidos
• Hemoglobinopatias graves
• Obesidade mórbida
• Cirrose hepática