Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

Atletas e secretário do Esporte doam sangue no Hemosc de Blumenau. Ação fez parte da campanha de doação de sangue organizada pela SME, que continua nas próximas semanas.

Na manhã desta quinta-feira, dia 23, pessoas ligadas ao esporte de Blumenau doaram sangue no Hemosc de Blumenau. A ação fez parte da campanha de doação voluntária lançada na última segunda-feira, dia 20, pela Secretaria Municipal do Esporte (SME). O secretário da SME, César Paulista e o diretor de Alto Rendimento Sérgio Luis Vicente se […]

Publicado em 24/04/2020 às 07:30


Na manhã desta quinta-feira, dia 23, pessoas ligadas ao esporte de Blumenau doaram sangue no Hemosc de Blumenau. A ação fez parte da campanha de doação voluntária lançada na última segunda-feira, dia 20, pela Secretaria Municipal do Esporte (SME). O secretário da SME, César Paulista e o diretor de Alto Rendimento Sérgio Luis Vicente se uniram aos representantes do basquete feminino e também doaram sangue.

Nestes primeiros dias de campanha, 40 atletas e pessoas envolvidas com modalidades como futsal, natação, tênis, voleibol e futebol feminino já fizeram doação. Nesta sexta-feira, 24, outros 10 representantes do esporte municipal irão doar sangue. A expectativa da secretaria é de que nas próximas semanas, mais de 100 atletas e seus familiares sejam envolvidos na ação.

A campanha visa aproveitar o perfil saudável dos atletas, que continuam no período de quarentena por conta do Coronavírus, e reforçar o estoque de sangue da cidade. O secretario César Paulista destaca a importância da ação. “Nós estávamos procurando uma maneira de colaborar com a sociedade neste momento de pandemia e encontramos na qualidade física dos nossos atletas, uma alternativa”, salientou que o desejo é dar continuidade nas doações durante o ano todo.  A SME está orientando que cada esportista entre em contato com o Hemosc para agendar a coleta, desta forma evitando aglomerações.

As atividades esportivas e competições envolvendo a SME continuam suspensas, atendendo as determinações do Governo Estadual e da Prefeitura de Blumenau por conta da pandemia do Coronavírus. Alguns atletas estão realizando treinamento individualizado em casa, sob supervisão de cada modalidade.

A doação

Segundo o Hemosc, a doação consiste na retirada de aproximadamente 450 ml de sangue, por meio de inserção de uma agulha em um dos braços. A coleta é feita por pessoal capacitado e sob supervisão de um médico ou enfermeiro, garantindo o bem-estar do doador. O ambiente deve ser limpo e confortável e o material descartável. Todo o processo da doação de sangue leva em torno de 55 minutos. Doar sangue não dói, nem prejudica a saúde.

O que é necessário para fazer a doação:

Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG, carteira profissional, carteira de motorista, etc.
Ter repousado bem na noite antes da doação;
Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;
Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
Evitar vir acompanhado com crianças, sem acompanhantes.
Em tempos de Coronavírus a seleção de candidatos à doação de sangue fica ainda mais criteriosa.

Saiba quem não pode doar:

Pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de países com casos confirmados de infecções pelo SARS-CoV-2 – inaptas para a doação por 14 dias após o retorno destes países;
Pessoas que foram infectadas pelos vírus SARS-CoV-2 após diagnóstico clínico e/ou laboratorial – inaptas pelo um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticas e sem sequelas que contraindiquem a doação);
Aqueles que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelo vírus SARS-CoV-2 – inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;
Pessoas que permaneceram em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica devido a sintomas de possível infecção pelo SARS-CoV-2 – inaptas pelo período que durar o isolamento (no mínimo 14 dias) se estiverem assintomáticos.

Assessor de Comunicação: João Vitor Korc

Foto: Divulgação