Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Notícias Antigas

Atenção empresários: DIPJ tem prazo de entrega somente até 30 de Setembro. A Receita Federal recebeu somente 30% das escriturações contábeis fiscais (ECF). Saiba quem não precisa apresentar a ECF.

Atenção empresários: DIPJ tem prazo de entrega somente até 30 de Setembro.  A Receita Federal recebeu somente 30% das escriturações contábeis fiscais (ECF). Saiba quem não precisa apresentar a ECF.  Dúvidas com a Contabilidade Rampelotti: Fone: (47) 3339-6467 / 3338-4283 PRAZO DE ENTREGA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) TERMINA NO DIA 30 DE SETEMBRO E RFB RECEBEU […]

Publicado em 22/09/2015 às 02:00


Atenção empresários: DIPJ tem prazo de entrega somente até 30 de Setembro. 
A Receita Federal recebeu somente 30% das escriturações contábeis fiscais (ECF). Saiba quem não precisa apresentar a ECF. 
Dúvidas com a Contabilidade Rampelotti: Fone: (47) 3339-6467 / 3338-4283



PRAZO DE ENTREGA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) TERMINA NO DIA 30 DE SETEMBRO E RFB RECEBEU ATÉ AGORA MENOS DE 30% DAS ENTREGAS ESPERADAS PARA ESSE ANO.
“A ECF é uma medida de simplificação tributária. Ela consolida o processo de eliminação da Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) e permite às empresas enviar as informações contábeis e ajustadas para fins fiscais de maneira eletrônica, eliminando erros que ocorriam com o preenchimento da antiga DIPJ”
Está desobrigada da apresentação da ECF:
I – às pessoas jurídicas optantes pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional), de que trata a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006;
II – aos órgãos públicos, às autarquias e às fundações públicas;
III – às pessoas jurídicas inativas de que trata a Instrução Normativa RFB nº 1306, de 27 de dezembro de 2012; e
IV – às pessoas jurídicas imunes e isentas que, em relação aos fatos ocorridos no ano-calendário, não tenham sido obrigadas à apresentação da Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita (EFD-Contribuições), nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1252, de 1º de março de 2012.
A extinção da DIPJ vem sendo estudada pela Receita Federal desde 2011. De acordo com o coordenador-geral de Fiscalização da Receita, Flávio Vilela Campos, a vantagem da ECF é que o próprio sistema migra informações contábeis enviadas pelas empresas pelo Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), evitando erros que eram gerados pelo preenchimento manual da antiga declaração.

Fonte: Editorial ITC Consultoria.

*

Solicite agora mesmo um orçamento sem compromisso na 
Contabilidade Rampelotti com Patrícia. 
E-mail: cadastro@rampelotticontabilidade.com.br
Fone: (47) 3339-6467 / 3338-4283 Blumenau – SC