Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

APAN/ELEVA/BLUMENAU VENCE GUARULHOS E SOBE PARA 7º NA SUPERLIGA

SESI (SP) será o próximo adversário, no sábado IA recebeu o Viva Vôlei do auxiliar técnico China Ao derrotar o Vedacit Vôlei Guarulhos por 3 a 0 (parciais de 25/22, 25/21 e 25/21), a APAN/Eleva/Blumenau subiu para sétima colocação na Superliga Banco do Brasil 2020-21, após quatro rodadas do returno. Foi o segundo confronto em casa, no […]

Publicado em 28/01/2021 às 09:37


SESI (SP) será o próximo adversário, no sábado

IA recebeu o Viva Vôlei do auxiliar técnico China

Ao derrotar o Vedacit Vôlei Guarulhos por 3 a 0 (parciais de 25/22, 25/21 e 25/21), a APAN/Eleva/Blumenau subiu para sétima colocação na Superliga Banco do Brasil 2020-21, após quatro rodadas do returno. Foi o segundo confronto em casa, no Galegão, da série de nove consecutivos em seus domínios – vencendo os dois jogos. O time blumenauense soma agora 19 pontos, com seis vitórias em 15 jogos. Deixou para trás o Montes Claros América Vôlei (MG), superado na rodada pelo Pacaembu Ribeirão fora de casa, também realizado na noite de ontem. No sábado, outro confronto direto, quando recebe o SESI (SP), às 18 horas.

Dois jogadores dividiram o posto de maior pontuador: o oposto Franco, da APAN, e Rammé, do Guarulhos, com 14 acertos cada. O oposto de Blumenau é o terceiro maior pontuador da competição. São 222 pontos até aqui. Já o central Ialisson foi eleito o melhor da partida. Ele fechou a rodada como terceiro maior bloqueador da Superliga. São 26 acertos em e 39 ações na rede.

O jogo

Dos 75 pontos do time blumenauense, 47 foram marcados sem em jogadas de ataque e bloqueio (12), com cinco atletas sendo responsáveis pelo maior número de pontos: Franco (14), Ialisson (11), Fábio (5) e Deivid (5). Para o técnico André Donegá, esses números demonstram a evolução do time na competição. “Essa pontuação equilibrada, também demonstra que o levantador consegue distribuir melhor as bolas. Isso é importante, pois facilita o trabalho no sistema de ataque, dificultando as ações do adversário”, explicou.

Apesar do placar de 3 a 0, o jogo foi tenso na análise do técnico, pois as duas equipes sabiam a importância do confronto. No primeiro set, o sistema de ataque de ambas deixou a desejar, com 33% de aproveitamento para Blumenau contra 44% do visitante. Os 11 erros de ataque de Guarulhos, contra seis da APAN resultaram na vitória do set. No segundo set o ataque blumenauense melhorou o sistema de ataque, junto com o saque, mas principalmente o bloqueio. As portas literalmente fecharam para o time paulista.