Whatsapp
   jaimebnu@terra.com.br
  • Diversos

A POLÍCIA CIVIL, ATRAVÉS DA DIVISÃO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL DE BLUMENAU, APRESENTA OS RESULTADOS OBTIDOS NO ANO DE 2019.

No decorrer do ano de 2019 a DIC Blumenau realizou diversas operações e prisões relevantes nesta Comarca. Além disso, registrou número histórico no que diz respeito à resolutividade de homicídios e apreensões de drogas. Nesse contexto, a cidade de Blumenau registrou a marca de 32 homicídios e/ou mortes violentas em 2019. Esse número é quase […]

Publicado em 15/01/2020 às 04:59


Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

No decorrer do ano de 2019 a DIC Blumenau realizou diversas operações e prisões relevantes nesta Comarca. Além disso, registrou número histórico no que diz respeito à resolutividade de homicídios e apreensões de drogas.

Nesse contexto, a cidade de Blumenau registrou a marca de 32 homicídios e/ou mortes violentas em 2019. Esse número é quase que equivalente ao registrado no ano anterior, onde foram registrados 31 casos em Blumenau. Não obstante o pequeno aumento, registra-se que o número vem caindo nos últimos anos, sendo que no ano de 2017, por exemplo, foram registradas 42 mortes violentas. Dessas mortes, a DIC elucidou, até o momento, cerca de 26 mortes, atingindo a marca de 81% de casos solucionados. Este fato também supera os anos anteriores, que ao final do ano correspondente haviam sidos solucionados cerca de 70% dos casos. Dentre as motivações das mortes violências de 2019, destacam-se às relacionadas ao tráfico de drogas e facções criminosas, que atingiram 46,9% dos casos em apreço, ou seja, 15 homicídios registrados. Esse índice, embora elevado e preocupante, vem sendo semelhante aos anos anteriores.
No que tange os crimes passionais, Blumenau registrou 4 mortes no corrente ano, correspondendo a 12,5% dos casos registrados, superior ao ano anterior.

Em relação às prisões e elucidações dos casos violentos, destaca-se a prisão do autor do brutal homicídio da mãe e da filha ocorrido no Bairro Tribess no ano de 2018. No caso, ambas foram mortas dentro da própria casa. Após meses de investigação, a DIC Blumenau conseguiu comprovar e prender o suspeito na cidade de Lages. Além deste, registra-se também a elucidação do duplo homicídio ocorrido no mês de novembro passado, quando duas pessoas foram mortas por engano em uma boate no Bairro Itoupazinha. Em razão da investigação, 4 pessoas foram identificadas e presas dias após o crime.

No que diz respeito às prisões e apreensões de drogas, destaca-se o elevado número de traficantes presos pela equipe da DIC. Nesse sentido, foram lavrados 44 autos de prisão em flagrante no ano, superando os anos anteriores. Ademais, verifica-se uma marca histórica no que tange à quantidade de drogas apreendidas. Ao que consta, foram apreendidos 133kg de maconha, 23,4kg de cocaína, 3,9kg de crack, 14 armas de fogo, 269 munições, entre outras. Destaca-se, ainda, a expressiva quantia em dinheiro apreendida em poder dos traficantes, chegando ao patamar de aproximadamente R$ 282.000,00 (duzentos e oitenta e dois mil reais).

Dentre às apreensões, especial importância deve ser dada à apreensão de mais de 10kg de cocaína ocorrida no dia 22/10/2019, tornando-se umas das maiores apreensões de todos os tempos. Ainda, verifica-se a apreensão de aproximadamente 90kg de maconha no dia 28/10/19, também uma das maiores apreensões desta droga realizadas pela Polícia Civil nos últimos anos.

Por fim, em relação aos roubos ocorridos no ano anterior, frisa-se acentuada dimuição dos casos se comparado ao ano anterior. Assim, foi possível identificar os autores dos crimes patrimoniais mais graves, notadamente no que diz respeito aos roubos em residências, gerando, por consequência, uma diminuição deste tipo de crime.

Diante do exposto, somando todos os fatos acima, a DIC Blumenau registrou a marca de 114 pessoas presas ao longo do ano de 2019.

A DIC Blumenau, portanto, apresenta os resultados obtidos no ano de 2019, colocando-se à disposição da população de Blumenau para auxiliar e elucidar os crimes de sua atribuição (homicídios, tráficos de drogas, organizações criminosas, roubos, extorsões, etc).

Do mesmo modo, ressalta-se o efetivo auxílio de outras instituições no combate ao crime em nossa cidade, especialmente a Polícia Militar e o Instituto Geral de Perícias, sem ao qual não teríamos obtidos os resultados apresentados e almejados.

Fotos: Divulgação.